aducape-dce

Nota Conjunta de Repúdio contra a liberdade de manifestação e de expressão, no campus da Universidade.

O DCE – Diretório Central dos Estudantes e a ADUCAPE – Associação dos
Docentes da Universidade Católica de Pernambuco, entidades representativas
do discentes e docentes da Católica Pernambuco, reafirmam seus
compromissos históricos, sempre na vanguarda das mobilização e das lutas,
em defesa da Democracia, do pluralismo e das liberdades e conquistas sociais,
de estudantes, professores e o povo brasileiro, em geral, especialmente, dos
trabalhadores e menos favorecidos, veem a público, manifestar a presente
NOTA DE REPÚDIO às ações mesquinhas, patrocinadas por setores
obscurantistas, contra a liberdade de manifestação e de expressão, no campus
da Universidade.

Em primeiro lugar, ressalte-se, que a tentativa de censura e intimidação não
advém da Direção Superior da Universidade, cujos auditórios e pátios se
encontram abertos às manifestações artísticas, culturais e políticas, como
compete a uma instituição Universitária, pautada pelo diálogo pluralista, sem
discriminações, preconceitos, tampouco, olvidar da condição de instituição
confessional católica, abrindo suas portas para todos os credos e convicções
políticas e filosóficas, nos termos de sua Carta de Princípios, da Constituição
Republicana, da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos Princípios
Fundamentais da Pessoa Humana.

Lutamos por uma sociedade mais justa socialmente, mais democrática,
politicamente, que assegure a todos os bens da vida e da cultura, assim como
um Ensino, Extensão e Pesquisa de qualidade e plural, compromissados, ética
e socialmente com o debate acadêmico e repudiando toda e qualquer forma de
censura à Liberdade de Produção e Expressão, em todos os sentidos.
Os ataques e restrições do malsinado MBL contra a Aula Pública e Show
Poético Musical de 19/10/2017, promovidos, conjuntamente, pelo DCE e
ADUCAPE a ser realizada no pátio da UNICAP, a propósito dos 100 anos da
Revolução Russa de 1917, representam grupos residuais e saudosos do
Regime Militar Ditatorial, que tentam usar do clamor Nacional, pela moralidade
na política, para pavimentar intentos golpistas e reacionários, inclusive,
desrespeitando o Estado de Direito, fazendo apologia da intervenção dos
Militares. Não estranha as recentes posições desses segmentos, em censuras
e ataques às exposições artísticas e manifestações culturais de Museus,
voltem-se também aos debates e manifestações públicas nas Universidades.
Felizmente, esses resíduos são pouco sólidos, em nossa Comunidade
Universitária e desprovidos de representatividade. Querem intimidar e
pressionar a UNICAP visando impedir o Ato Público conjunto DCE/ADUCAPE.
Eles não querem construir pontes, erguem muros; não querem debater, mas,
silenciar. Agimos publicamente; eles agem, nos bastidores; mostramos nossa
face, eles usam máscaras para acobertar seus intentos. Inimigos da
Democracia as velhas viúvas da Ditadura os neófitos Senhores das Trevas,
ocultam o desejo de retorno aos tempos do Esquadrão da Morte e dos porões
de tortura, dos assassinatos políticos, na conclamação, pela intervenção das
Forças Armadas nos dias atuais.

Nós, Estudantes e Professores, representados, respectivamente, pelo DCE e
pela ADUCAPE, conclamamos a intervenção da Sociedade, em defesa da
Democracia e do Interessa público. Nesse sentido, denunciamos toda prática
totalitária que busque intimidar e impedir Manifestações Públicas. Repudiamos
a ousadia dos que tentam impedir a Livre Manifestação do ato público
comemorativo ao Centenário da Revolução de 1917, que colocou o Mundo do
Trabalho, no cenário internacional, pela primeira vez, como protagonista da
História. Resistiremos! Golpistas Não Passarão!

ASSINADO: Prof. Dr. Titular. NATANAEL SARMENTO – PRESIDENTE ADUCAPE
VICTOR HUGO – PREIDENTE DO DCE ADUCAPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *