Curso de Jogos participa novamente da Campus Party Recife

Na edição de 2016 da Campus Party Weekend – Recife 2016 – #CPRecife5, professores, alunos e egressos do curso de Jogos Digitais apresentarão palestras, projetos independentes e ministrarão workshop no dia 20 de agosto, marcando a quinta participação do Curso na programação oficial do evento a ser realizada no Classic Hall, nos dias 20 e 21 de agosto.

No palco Criatividade e Entretenimento será apresentada uma palestra com o tema NorDevs: uma iniciativa de engajamento para a produção de jogos com identidade do Nordeste, que terá a presença do Coordenador do Curso de Jogos Digitais da Unicap e Membro do NorDev, Breno José Andrade de Carvalho, do CEO da Studios of Magic e Membro do NorDevs, Harrison Florencio e do Coordenador do Curso de Jogos Digitais da Facisa e Membro do NorDevs, Rodrigo Motta.

No Espaço Workshop será apresentado Como desenvolver seu primeiro ambiente em realidade virtual utilizando o Unity 5 e o Google Cardboard, sendo ministrado pelos alunos do 4º módulo do curso de Jogos Digitais, Luiz Henrique Gonçalves Silva e Ícaro César de Paula Correia Pinto.

Já no Espaço Educação Digital, será apresentado o projeto Turma Mangue e Tal PlayBook, Desenvolvendo Jogos e Gamificando Narrativas, desenvolvido pelos egressos Daniel Nipo e Alana Carneiro, os alunos do 4º módulo Vinicius Omena e Gabriel Carvalho, além da participação de Raphael Albino estudante de matemática da UFPE.

Por fim, o professor do curso de Jogos Digitais, Allan Brito, apresentará palestra sobre Software livre aplicado em design, arquitetura e jogos, no Espaço Inovação.

Para saber mais sobre cada atividade, acesse os links e increva-se.




Mais uma turma de formandos do curso de Jogos Digitais

Na última terça-feira, 19 de julho, formou-se mais uma turma do Curso de Jogos Digitais da Universidade Católica de Pernambuco. O evento ocorreu na Colação Oficial da Universidade, que foi realizada no Chevrolet Hall. No evento também houve a colação de grau de todos os Centros da Unicap (CCS, CCT, CTCH, CCJ e CCBS) colaram grau e receberam o diploma.

Dentre os formandos Alana Carneiro, Bruno Alves, Claudemir Souza, Deborah Botelho, Diogo Menezes, Djalma Ray, Ezio Filho, Heitor Santana, Lucas Welton, Renan Maurilio, Rodolfo Santana, Rodrigo Matoso, Rodrigo Porpino, Victor Andrade, Wellington Carneiro e Yuri Poroca, destaque para o egresso Ezio Filho, que foi o aluno laureado da turma 2016.1 do curso de Jogos Digitais. Ezio postou na redes sociais a emoção de consluir o curso:

Ontem foi mais uma etapa finalizada, após algumas dificuldades e adversidades finalmente eu consegui, estou formado e com direito a ser o laureado! Queria agradecer principalmente a Maria Helena, sem ela eu nunca teria conseguido, só ela viu e acompanhou as várias noites sem dormir e todas as dificuldades que passei, tanto antes como durante a faculdade. Te amo, Maria. Devo e dedico essa conquista a ela e aos meus pais, Ezio Ferreira e Telma Ferreira que me apoiaram em minhas decisões no caminho e me deram o devido suporte e nunca duvidaram em nenhum momento de mim, sem a ajuda de vocês também não teria sido possível, amo vocês. Agradecer também ao meu grande Brother para a vida Renan Maurilio, parceiro de trabalhos presentes e futuros, aos orientadores Breno Carvalho e Anthony Lins. Um agradecimento também ao grande Jarbas Agra e o meu grande mestre Flávio Dias!

13754092_1346357862045032_7786532396639499524_n
O laureado do Curso, Ezio Filho

O aluno Heitor também publicou em sua rede social:

Ontem foi um dia muito especial, foi um dia em que todo meu esforço valeu a pena, agradeço a Deus por tudo, porque ele é bom, agradeço aos meus pais em especial, que por tanto tempo lutaram por mim e me ensinaram tudo que sei hoje, todos os sacrifícios que eles fizeram, dedico essa vitória ao meu pai, Alexandre Marques de Santana, o homem que me ensinou a ser justo, respeitoso e bom, dedico a minha mãe que sempre acreditou em mim, ambos acreditaram, amo vocês, sempre irei. Agradeço aos professores do curso de Jogos Digitais Unicap, todos os conselhos, ensinamentos e dicas que foram passadas, em especial a Breno Carvalho, Anthony Lins, Leonardo Castro Gomes, Flávio Dias, Jarbas Agra e Luca Pacheco, vocês são show de bola!!. Todas as madrugadas acordado valeram a pena, ao lado do meu irmão Wellington Carneiro, sempre juntos fazendo os trabalhos da faculdade, até o final, é nois! Meus amigos Renan Maurilio (bom diaaa) e Ezio Filho (old), Rodrigo Matoso (pru), Victor Andrade (bodechan!) geral na madrugada fazendo os trabalhos! \o/, agradeço também aos meus amigos Ariany Oliveira, Rodolfo Santana, Rany Ferraz, Claudemir Souza, Lucas Welton, Bruno Alves, Diogo Menezes. Esses tempo que passamos juntos, vale por uma vida inteira, todos os bons momentos e o maus momentos, fazem parte dessa estrada que construímos, ele não acabou, ainda falta muito, nossa Historia começou agora, obrigado a todos, por tudo, por estarem presentes na minha vida!

Formandos do Curso de Jogos Digitais
Formandos do Curso de Jogos Digitais




Alunos e professores têm artigos aprovados no SBGames 2016

Professores, estudantes e egresso do curso de Jogos Digitais da Unicap tiveram três trabalhos aprovados para apresentação no maior evento da América Latina na área de games e entretenimento digital, XV Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital – SBGames, a ser realizado de 8 a 10 de Setembro na Escola Politécnica da USP, em São Paulo. As pesquisas foram aceitas para as trilhas de Cultura e Arte e Design.

O primeiro trabalho intitulado “Imersão e medo em jogos de terror: análise das estruturas de áudio e efeitos sonoros do jogo Blindside“, foi desenvolvido na disciplina Metodologia Projetual, do terceiro módulo do curso de Jogos Digitais. O artigo foi desenvolvido pelos alunos Alexandre Araújo, Blemer Lima, Caio Monteiro, Ícaro Correia, Thainah Alves e os orientadores, os professores Dario Brito e Carla Teixeira.

A pesquisa consistiu na construção de um breve estado da arte sobre o tema, pautado na busca em bancos de dados nacionais e internacionais, definição do aporte teórico, que inclui Brandon, Garnier, Friberg, Gardenfors, Collins e Kagan na construção das categorias de análise, além de teste com um grupo de voluntários que jogaram Blindside em ambiente controlado pelos pesquisadores. Entre os resultados, a indicação de que a ausência de estímulos visuais aliada aos efeitos sonoros e trilha colaborou para a imersão e a sensação de medo nos jogadores, principalmente entre os menos experientes. O estudo torna-se útil não apenas no desenvolvimento de jogos acessíveis a pessoas com deficiência visual, mas que considerem a ambientação sonora, efeitos de áudio e trilha recursos que podem fortalecer a narrativa, imersão e permanência no jogo.

Fico feliz em vê que todo o nosso trabalho nos rendeu frutos isso mostra que trabalho duro e dedicação realmente fazem a diferença, foi um processo de aprendizado maravilhoso que me deixou mais motivado para me empenhar cada vez mais, diz o estudante Alexandre Araujo.

Outro artigo intitulado “O sagrado nos videogames: uma introdução ao estudo da religião e jogos digitais“, desenvolvido pelo professor Luis Carlos de Lima Pacheco, é fruto de uma pesquisa desenvolvida para a tese de doutorado no Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião da Universidade Católica de Pernambuco. Procura refletir sobre o fenômeno dos games na sociedade contemporânea como oportunidade para o desenvolvimento da dimensão de transcendência do ser humano. Propõe revisar o conceito de “sagrado”, confrontando as suas acepções teleológicas tradicionais com as críticas multiculturalistas modernas e buscando na metodologia transdisciplinar da visão complexa pós-moderna, um aporte para a leitura transversal das experiências espirituais gameficadas na contemporaneidade.

Por últimos temos o artigo da trilha de Cultura “A importância da narrativa e do som: despertando as emoções no jogo Sophie in Wonderland“, desenvolvida pela estudante Ariany Oliveira, o egresso Rodolfo Santana, e os orientadores Dario Brito e Carla Teixeira. O trabalho é fruto do projeto do Jogo 3D, inspirado no desenho animado Caverna do Dragão. O foco principal do game é baseado numa narrativa que o público tivesse uma relação afetiva despertada e em uma ambientação sonora que fosse capaz de conseguir transportar o jogador para dentro do jogo.

 




Jogo ajuda crianças vítimas de guerra

Uma iniciativa da instituição humanitária War Child, que presta auxílio às crianças que vivem em zonas de conflitos militares, propôs o projeto Help: The Game que contou com a mobilização 11 estúdios (Bossa Studios, Creative Assembly, Curve Digital, Hardlight, Modern Dream, Rovio Sweden AB, Spit Milk Studios, Sports Interactive, Sumo Digital, Team 17 e Torn Banner) de todo o mundo, para o desenvolveram jogos para a plataforma PC.

Os jogos desenvolvidos, que foram organizados em forma de coletânea, serão lançados no dia 26 de julho, com distribuição global na Steam e como publisher a SEGA Europe. A renda obtida com a venda dos jogos será destinada a War Child para auxiliar a instituição a prover educação, alimentação e condições mínimas favoráveis à vida das crianças, que na maioria dos casos não possuem o convívio familiar.

De acordo com estudos realizados pela instituição, atualmente existem mais de 230 milhões de crianças em condições desumanas ocasionaras por guerras e conflitos bélicos no mundo inteiro.

Trailer de Help: The Game

Fonte: GameReporter