O meu reino não se origina neste mundo: perspectivas heterotópicas no face a face entre Jesus e Pilatos em Jo 18,36

Danilo Dourado Guerra

Resumo


Esse texto tem como objetivo a evidenciação de aspectos heterotópicos inerentes à cena do julgamento de Jesus diante de Pilatos em Jo 18,36. A partir de um enredo efeitual caleidoscópico estruturado na trama narrativa joanina, observaremos que a basileia de Jesus se contrapunha à ‘ordem’ estabelecida, tanto em relação ao seu microcosmo judaico quanto ao macrocosmo romano. Por isso, sua realeza caminhou em direção à cruz, e se consumou nela. Ainda que Pilatos e o mundo não tenham compreendido.

 


Palavras-chave


Reino de Deus; Evangelho de João; Império Romano; heterotopia

Texto completo:

PDF/A

Referências


AGAMBEN, Giorgio. O fascínio discreto de Pôncio Pilatos. São Leopoldo, 27 set. 2013. [artigo científico]. Disponível em . Acesso em: 27 out. 2014

ALMEIDA, Maria Aparecida de Andrade. Os judeus e a exclusão da sinagoga para a comunidade joanina. Oracula, São Paulo, n.10, p. 15-28, 2009.

BÍBLIA DE PROMESSAS. impr. São Paulo: Kings Cross Publicações, 2006.

BLANCHARD, Yves-Marie. O Reino de Deus no Evangelho de João. In: Evangelho e Reino de Deus. Tradução de M. Cecília de M. Duprat. São Paulo, SP: Paulus, 1997. p. 67-73.

BRO LARSEN, Kasper. Narrative docetism: christology and storytelling in the Gospel of John. In: BAUCKHAM, Richard; MOSSER, Carl (Orgs). The Gospel of John and Christian theology. Grand Rapids: Eerdmans, 2008. p. 346-355.

BROWN, Raymond E. Introdução ao Novo Testamento. Tradução de Paulo F. Valério. São Paulo: Paulinas, 2004.

BRUCE, F. João: introdução e comentário. Tradução de Hans Udo Fuchs. São Paulo: Vida Nova, 1987.

BUSSCHE, Henri van den. El Evangelio Segun San Juan: Comentario el Libro de los Signos, el Livro de las Obras, el Libro de los Adioses, el Libro de la Pasion. Madrid: Studium Ediciones, 1972.

CAMPBELL, Joseph. O poder do mito. Tradução de Carlos Felipe Moisés. São Paulo: Palas Athena, 1990.

CHAVES, Ernani; SENA, Allan Davy Santos. Nem gênio, nem herói: Nietzsche, Renan e a figura de Jesus. Rev. Filos, Aurora, Curitiba, v. 20, n. 27, p. 321-336, jul./dez. 2008.

COX, Harven G. Prefácio. In: PIXLEY, George V. O Reino de Deus. Tradução de I.F.L. Ferreira. São Paulo: Paulinas, 1986. p. 5-9.

CROSSAN, John Dominic; REED, Jonathan L. Em busca de Paulo: como o apóstolo de Jesus opôs o Reino de Deus ao Império Romano. Tradução de Jaci Maraschin. São Paulo: Paulinas, 2007.

DODD, Charles Harold. A interpretação do Quarto Evangelho. Tradução de José Raimundo Vidigal. São Paulo: Ed. Paulinas, 1977.

ECHEGARAY, Hugo. Anunciar el Reino: seleción de artículos. Lima: Centro de Estudios y Publicaciones (CEP), 1981.

EUSÉBIO de CESARÉIA. História Eclesiástica. Tradução de Wolfgang Fischer. São Paulo: Novo Século, 2002.

FLANAGAN, Neal M. El evangelio y las cartas de San Juan. Collegeville: The Liturgical Press, 1996.

FOUCAULT, Michel. Outros espaços. In: Manoel Barros da Motta. (Org.). Estética: literatura e pintura, música e cinema. Tradução de Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2009a. p. 411-422.

FOUCAULT, Michel. Estratégia, Poder-Saber. Tradução de Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2009b.

GUERRA, Danilo Dourado. O Reino de Deus e o mundo dos homens: em busca da heterotopia joanina. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) – Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2015.

GUERRA, Danilo Dourado. Heróis em cena: a construção paradigmática contracultual da mesocristologia joanina. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) – Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2018.

HETHERINGTON, Kevin. The Badlands of Modernity, Heterotopia and Social Ordering. London: Routledge, 1997.

HORSLEY, Richard A. Jesus e o Império: O Reino de Deus e a nova desordem mundial. Tradução de Euclides Luiz Calloni. São Paulo: Paulus, 2004.

HORSLEY, Richard A; SILBERMAN, Neil Asher. A Mensagem e o Reino: como Jesus e Paulo deram início a uma revolução e transformaram o mundo antigo. Tradução de Barbara Theoto Lambert. São Paulo: Loyola, 2000.

JAUBERT, Annie. Leitura do evangelho segundo João. Tradução Pe. José Raimundo Vidigal. São Paulo: Paulinas, 1982.

KIERKEGAARD. Soren. Temor e Tremor. Tradução de Torrieri Guimarães. Rio de Janeiro: tecnoprint, s/d.

KONINGS, Johan. "Meu reino não é deste mundo": de que se trata? Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, Petrópolis; São Leopoldo, n. 17, p. 54-64, 1994.

KONINGS, Johan. Evangelho segundo João: amor e fidelidade. Petrópolis: Vozes; São Leopoldo: Sinodal, 2000.

MATEOS, Juan; BARRETO, Juan. Vocabulário teológico do Evangelho de São João. Tradução de Alberto Costa. São Paulo: Paulinas, 1989.

MATEOS, Juan; BARRETO, Juan. O Evangelho de São João: análise linguística e comentário exegético. Tradução de Alberto Costa. São Paulo: Paulus, 1999.

MICHAELS, J. Ramsey. João.Tradução Rev. Oswaldo Ramos. Deerfield, Florida: Vida, 1994.

MOILA, Philip. Reinado de Deus e compromisso político. Estudos Teológicos, São Leopoldo, p. 83-97, 1990.

NICCACCI, Alviero; BATTAGLIA, Oscar. Comentário ao Evangelho de São João. Tradução de Pe. Ney Brasil Pereira. Petrópolis: Vozes, 1985.

OTERO, Aurelio de Santos. Los Evangelios Apócrifos. Madrid: Biblioteca de Autores Cristianos, 2005.

PALLARES, José Cárdenas. Jesus, a luz que ilumina e que põe em evidência (Jo 9, 1-41). Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana. Petrópolis, v.1, n.17, p. 36-43, 1994.

PIXLEY, George V. O Reino de Deus. Tradução de I.F.L. Ferreira. São Paulo: Paulinas, 1986.

PIXLEY, George V. O império no evangelho segundo João. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, Petrópolis; São Leopoldo, v.2, n. 48, p. 97-106, 2004.

RAMOS, Tatiana Tramontani. Heterotopias urbanas: Espaços de poder e estratégias sócio-espaciais dos Sem-Teto no Rio de Janeiro. [artigo científico]. Disponível em < http://www. polis.revues.org/916>. Acesso em: 25 set. 2014.

RICHARD, Pablo. Chaves para uma re-leitura histórica e libertadora: Quarto Evangelho e Cartas. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana. Petrópolis, v.1, n.17, p. 7-26, 1994.

RICHTER REIMER, Ivoni. Construção de heterotopias socioculturais nas obras de comunidades judaico-cristãs. Caminhos. Goiânia, v. 3, n.1, p. 113- 122, jan./jun. 2004.

SLADE, Stan D. Evangelio de Juan: introducción y comentario. Buenos Aires: Kairos, 1998.

STEGEMANN, Wolfgang. Jesus e seu tempo. Tradução de Uwe Wegner. São Leopoldo: Sinodal/EST, 2012.

TORNO, Armando. O homem que não entendia a verdade. São Leopoldo, 31 jul. 2011. [artigo científico]. Disponível em . Acesso em: 27 out. 2014.

UTECH, Ilo. El Reino de Dios: utopia de los pobres. Managua: Universidad Luterana de El Salvador e Iglesia Luterana de Nicaragua, 1991.

WENGST, Klaus. Pax romana: pretensão e realidade. Tradução de Antônio M. da Torre. São Paulo: Paulinas, 1991.

WIKENHAUSER, Alfred. El Evangelio Según San Juan. Versión catellana de Florencio Galindo. Barcelona: Editorial Herder, 1978.

VIDAL, Senén. Jesus, o Galileo. Tradução de Solange do Carmo. São Paulo: Loyola, 2009.

VIDAL, Senén. Evangelio y Cartas de Juan: Génesis de los textos juánicos. Bilbao: Ediciones Mensajero, 2013.

YODER, Juan H. La expectativa messiânica del Reino y su caracter central para uma adecuada hermenêutica contemporânea. In: PADILLA, C. Rene. El Reino de Dios y America Latina. Buenos Aires: Casa Bautista de Publicaciones, 1975. p. 113-12.




DOI: https://doi.org/10.25247/2595-3788.2019.v2n2.p244-265

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Fronteiras - Revista de Teologia da Unicap
Universidade Católica de Pernambuco
Programa de Pós-graduação em Teologia
Rua do Príncipe, 526, Boa Vista, bloco G4, 7º andar, setor D.
CEP. 50050-900
Recife, Pernambuco, Brasil | E-mail: fronteiras.unicap@unicap.br
ISSNe 2595-3788


INDEXAÇÃO/DIVULGAÇÃO

Bases de Dados/Diretório

 | |  |   |   |   |   |  | 

 

Portais

 |  

 

Filiação/Suporte Técnico/Identificador

 | | 

 

Plataforma

 

Redes Sociais