Os atos mentais na formação dos conceitos em Guilherme de Ockham

Laiza Rodrigues de Souza

Resumo


Este artigo tem por objetivo pesquisar acerca da formação dos conceitos no pensamento de Guilherme de Ockham. A principal teoria defendida é a de que os atos mentais são responsáveis pela formação dos conceitos. Enquanto empirista e lógico, Ockham se preocupa em desenvolver uma teoria que explique a formação e apreensão dos conceitos em conformidade com a sua ontologia minimalista e seu posicionamento nominalista. Através da teoria dos atos mentais, nosso autor desenvolve uma teoria de formação dos conceitos que prescinde das explicações usuais de formação de conceito por abstração

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.25247/P1982-999X.2015.v1n2.p124-133

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Ágora Filosófica



Ágora Filosófica
Universidade Católica de Pernambuco
Coordenação do Curso de Filosofia
Rua do Príncipe, 526, Boa Vista, bloco B, 1º andar.
CEP. 5050-900
Recife, Pernambuco, Brasil | Fone: (81) 2119-4171
ISSN: 1982-999x | E-mail: agorafilosofica@unicap.br


INDEXAÇÃO

Bases de Dados/Diretórios

  

Índice


Filiação/Suporte Técnico/Identificador

  

Portal

Plataforma