Programação 2018

kar
Karina Oliveira no Dia de Combate à Intolerância Religiosa, Terminal de Xambá, Olinda

 

Grupo de Estudo

O Grupo de Estudos sobre Transdisciplinaridade e Diálogo, coordenado pelo prof. Gilbraz na UNICAP, reúne-se desde 2005, sempre nas quartas-feiras, das 17 às 18h, no Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião (8º andar do bloco G4). O Grupo é aberto à participação de pesquisadores, doutorandos, mestrandos e também a graduandos interessados na iniciação científica, além de militantes do diálogo inter-religioso. Os membros que estão registrados no Grupo de Pesquisa Espiritualidades, Pluralidade e Diálogo devem, ao menos, participar de 1/3 das reuniões e apresentar uma produção acadêmica qualificada anualmente.

Nas reuniões semanais do Grupo os participantes compartilham o andamento de suas pesquisas e depois prosseguem com o estudo de uma obra: no primeiro semestre vamos estudar o livro Os múltiplos altares da modernidade: rumo a um paradigma da religião numa época pluralista, de Peter Berger. A obra esboça uma revisão do pensamento de Berger sobre o sentido do fato religioso em nosso tempo de múltiplas modernidades (veja uma crítica da trajetória do autor por aqui). E vamos também cotejar essa proposta de paradigma pluralista com o ensaio de um Princípio Pluralista, que vem sendo ensaiado pelo companheiro Cláudio de Oliveira Ribeiro.

Nossa preocupação é descobrir o que tal paradigma/princípio Pluralista acrescenta (ou critica) nas concepções de História como interpretação engajada, de Complementariedade nos “entre-lugares” culturais, e de uma Lógica do ”terceiro incluído”, que temos aplicado e revisado para compreender os encontros (e desencontros) entre as religiões e espiritualidades, para além das suas contradições aparentes.

Já no segundo semestre, a obra escolhida é Deus, uma história humana, de Reza Aslan (veja aqui o site do autor). Trata-se de um relato sobre o modo como o conceito de Deus se desenvolveu ao longo da história, das pinturas ancestrais nas cavernas até os dias de hoje. Através desse exercício de história comparada, vamos aprofundar a nossa busca de fundamentos e base comum, entre e para além de doutrinas, para a promoção do diálogo entre culturas e religiões.

 

Fórum Inter-religioso

O Fórum Inter-Religioso da UNICAP, organizado pelo nosso Observatório, articulou desde 2007 e por dez anos uma série de encontros com animadores das tradições espirituais da região, para re-conhecimento humano da fé e exercício do respeito à diversidade de suas expressões, para reflexão sobre a vivência pluralista do sagrado e ensaio de uma mística trans-religiosa. Agora está se reestruturando como grupo de assessoria a associações que surgiram desses encontros, está ensaiando intervenções pedagógicas para aprofundar a promoção do diálogo.

Em sua nova fase, o Fórum pretende desenvolver uma série de encontros e documentários sobre o “Conviver: por dentro das religiões”. Em cada evento, alguns membros de uma religião passam um dia convivendo, comendo junto e celebrando ou observando a celebração de uma religião estranha. Buscando-se, assim, tematizar as possibilidades e dificuldades de encontro entre pessoas de crenças bem diferentes, ensaiando a hospitalidade e acolhimento entre e além das crenças, captando os estranhamentos e as surpresas, detectando os desencontros e algum encontro, conversando com sinceridade sobre os sentimentos diante das pessoas diferentes e dos seus ritos. A nova série terá o seu lançamento no dia 4 de outubro, na biblioteca da UNICAP.

 

Encontros e Seminários

A equipe do Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife está envolvida igualmente na animação de vários eventos relacionados ao diálogo, em parceria com outros grupos universitários e de educação comunitária:

Dia de combate à intolerância religiosa – 21 de janeiro, celebração no terminal de Xambá, Olinda.

Articulando grupos de diálogo inter-religioso – 27 e 28 de fevereiro, participação na reunião do conselho de coordenação do Observatório de Justiça Socioambiental, Brasília.

Terreiro de chão batido – 11 de março, roda de diálogo com o quilombo Morada da Paz, Olinda.

Das Deusas – 16 de março às 14h, participação em mesa de lançamento de Projeto sobre gênero, arte e filosofia, no auditório do 3º andar do CFCH da UFPE, Recife.

Resistir, criar e transformar – 13 a 17 de março, participação no Fórum Social Mundial na UFBA, Salvador.

Transreligiosidade no mundo globalizado – 20 de março às 14h, mesa de debate no Programa de Pós-graduação em Educação na FUNDAJ, Recife.

Diálogo inter-religioso, história, objetivos e métodos – 9 a 13 de abril e 4 a 8 de junho, curso nos programas de pós em estudos de religião da UNICAP.

Articulando a Diversidade – 11 e 12 de abril, participação na Reunião Ordinária do Comitê de Respeito à Diversidade Religiosa do Ministério dos Direitos Humanos, Brasília.

Racismo religioso e Estado laico – 26 de abril às 10h, participação em palestra e assinatura da Recomendação sobre Cultos de Matriz Africana no Ministério Público de Pernambuco, Recife.

Panorama dos estudos de religião no Brasil – 26 a 28 de abril, conferência no II Colóquio Internacional de Diversidade Religiosa na UNEB, Bom Jesus da Lapa.

Perspectivas para os cristãos na Igreja e na sociedade – 11 de maio às 16h, participação em mesa na Semana Teológica da UNICAP.

Peripateia das religiões – 12 de maio, 7 às 13h, visita guiada a centros espirituais de Olinda.

A mão de Deus nos une e liberta – 16 de maio às 18h, participação na Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos na UNICAP.

Intolerância religiosa e diálogo – 18 de maio às 19h30, participação em mesa no Projeto Diálogos Culturais do Centro Loyola de Fé e Cultura de Goiânia.

Migrações, direitos humanos e religiões – 31 de maio a 3 de junho, conferência e participação no II Simpósio Brasileiro de Justiça Social do Exército de Salvação, São Paulo.

Religião e política entre maiorias e minorias – 7 e 8 de junho, participação em Colóquio sobre Espaço Público e Protagonismos Religiosos na FUNDAJ, Recife.

Articulando a Diversidade – 19 e 20 de junho, participação na Reunião Ordinária do Comitê de Respeito à Diversidade Religiosa do Ministério dos Direitos Humanos, Brasília.

Amalá de Xangô – 28 de junho, participação no Seminário sobre matrifocalidade, protagonismo e resistência negra das mulheres de axé do Xangô pernambucano, na UNICAP.

Religiões e música – 28 e 29 de junho, acolhida do Prof. Dr. Mtafiti Imara, da Universidade do Estado da Califórnia, para construção de projeto de pesquisa comum sobre a arte como mediadora dos diálogos.


Religião, ética e política – 10 a 13 de julho, participação do GT “Pluralidade espiritual e diálogo inter-religioso” no Congresso Internacional da SOTER na PUC-Minas, em Belo Horizonte.

Espiritualidade e justiça socioambiental – 21 de agosto, palestra no I Fórum de Justiça Sustentável do TJPE.

Estado laico – 26 de agosto, participação em debate no Programa Realidades da TVU, UFPE.

Articulando grupos de diálogo inter-religioso – 29 de agosto, participação na reunião do conselho de coordenação do Observatório de Justiça Socioambiental, por Skipe.

Religião, resistência e direitos humanos – 12 a 14 de setembro, participação e conferência no IV Congresso Nordestino de Ciências da Religião e Teologia na UFAL, em Maceió.

Perspectivas do diálogo – 20 a 22 de setembro, participação e palestra no II Seminário Sergipano de Diálogo Inter-religioso na UFS, em Aracaju.

Espiritualidade em imagens – 4 de outubro, abertura de exposição do imaginário religioso, com lançamento de livro e documentário do Observatório, na biblioteca da UNICAP.

Panikkar e nossos estudos de religião – 23 e 24 de outubro, participação e conferência no Simpósio Panikkar 100 anos na PUC Javeriana, em Bogotá – CO.

Roger Bastide, religião e conhecimento – 24 e 25 de outubro, participação no III Colóquio do Grupo de Pesquisa Religiões, Identidades e Diálogos, na UNICAP.

Teologia e diálogo: desafios epistemológicos – 29 de outubro a 1 de novembro, participação em mesa-redonda no I Congresso Internacional do PPGT-PUCPR, em Curitiba.

Comblin, as religiões e o diálogo – 30 de outubro, participação no lançamento do Centro de Pesquisa e Documentação José Comblin, na UNICAP.

Ensino Religioso e o diálogo – 6 de novembro, palestra no Seminário do Grupo de Pesquisa Fidelid, no PPGCR-UFPB, em João Pessoa.

Comunidade cristã e as outras – 22 a 25 de novembro, assessoria na Assembleia do Povo de Deus, em Aparecida.

Caminhos do diálogo inter-religioso – 27 a 30 de novembro, participação e palestra no II Seminário Diálogos com o sagrado no Amazonas na UFAM, em Manaus.

 

Participação em Comissões

O Observatório das Religiões no Recife, através de representações dos seus membros, participa ativamente de articulações e serviços, nacionais e regionais, de promoção do diálogo e do ecumenismo:

Comitê de Respeito à Diversidade Religiosa do Ministério dos Direitos Humanos, que inspira o Programa de TV e WEB Entre o Céu e a Terra, na Rede EBC. Participação de Rosália.

– Equipe de Reflexão da Comissão Episcopal de Comunidades de Base e Cristãos Leigos da CNBB.

Comissão de Pastoral para Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Arquidiocese de Olinda e Recife, que participa do Programa de Rádio Bom Dia Universidade, na RádioWebUPE. Participação de Artur.

Fórum Diálogos – Associação civil para Promoção da Diversidade Religiosa em Pernambuco. Participação de Karina e Thaís.

Observatorio de la diversidad religiosa y de las culturas en América Latina y el Caribe.

Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida.

 

VEJA PROGRAMAÇÕES ANTERIORES POR AQUI.