«

»

abr 03 2013

Imprimir Post

FÓRUM 2013


O Fórum Inter-Religioso da UNICAP é organizado desde 2007 pelo Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife. São encontros mensais de animadores das tradições espirituais da região, para conhecimento mútuo e exercício de tolerância cultural, para ensaios de uma veneração pluralista do sagrado. Depois de uma fase de re-conhecimento de quase trinta grupos religiosos mais presentes em Pernambuco, o Fórum começou a trabalhar questões transversais às tradições espirituais, como “Religiosidade e educação nas escolas”, “Sacrifício e comparações religiosas”, “Tempos pós-modernos, espaços pós-religiosos?!” e, neste semestre, estamos desenvolvendo uma série de encontros sobre “Devoções religiosas comparadas”.

Na segunda 8 de abril, das 17 às 18h30, no auditório do CTCH (1º andar do bloco B da UNICAP), a série será aberta com a participação do Frei Tito Medeiros, que acabou de chegar de uma expedição à terra de São Jorge e vai conversar sobre a trajetória desse santo, da Capadócia turca à Umbanda brasileira: uma verdadeira novela transcultural! Lendário protetor dos cristãos perseguidos na Capadócia, São Jorge é hoje sincretizado com santos muçulmanos na Turquia e, no Brasil, com o orixá Ogum (e Oxóssi, na Bahia). É um santo muito popular entre nós, tanto nos meios católicos como nos afro-brasileiros.

Frei Tito, carmelita, doutor em antropologia pelo Museu Nacional – UFRJ e professor da UFPE, é sócio efetivo da Associação Brasileira de Antropologia. Participou de diferentes projetos de pesquisa na área de Patrimônio Material. É professor convidado da Universidade Urbaniana de Roma. Em 2011 foi eleito membro da Comissão Setorial de Patrimônio da Secretaria de Cultura/Fundarpe do Governo do Estado de Pernambuco.

Convidamos, então, para essa palestra e debate sobre São Jorge, com o Frei Tito, todos os interessados nos Estudos de Religião. E como dica, para quem deseja se preparar, pode-se ler por aqui o livro “Antropologia, religiões e valores cristãos” e por aqui o artigo “São Jorge é pop: análise comparativa de duas festas”. Depois, para quem quiser saber mais, aventurar-se por outros tempos e espaços e aprofundar, através da história comparada, o desenvolvimento e os significados das religiões e do religioso, apontamos as seguintes leituras:

Link permanente para este artigo: http://www.unicap.br/observatorio2/?p=387

3 menções

  1. DEVOÇÕES E FRONTEIRAS ENTRE RELIGIÕES »

    […] ritual aos santos e divindades, que criam e destroem fronteiras de fé, como nas festas de São Jorge/Ogum ou de Xangô/São João, que dão materialidade às experiências religiosas comuns em diferentes […]

  2. COMPARANDO A FÉ POPULAR »

    […] males do “século”) mas também derruba fronteiras de crença (como nas festas sincréticas de São Jorge/Ogum ou de Xangô/São João e […]

  3. Fórum inter-religioso: comparando a experiência religiosa popular – Estudos de Religião na Unicap

    […] do “século”), mas também derruba fronteiras de crença (como nas festas sincréticas de São Jorge/Ogum ou de Xangô/São João e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>