«

»

maio 11 2017

Imprimir Post

INTERCÂMBIO COM A UNISINOS E ALÉM

Conferência

Educação das Relações Étnico-Raciais, Diálogo Inter-religioso e a Proposta do Observatório Nacional de Justiça Socioambiental – OLMA

 Dia 16/05/17, às 19h30, no Auditório Central da UNISINOS

 Profa. Dra. Adevanir Aparecida Pinheiro – UNISINOS, Prof. Dr. Gilbraz Aragão – UNICAP, Prof. Dr. Luiz Felipe Lacerda – Porto Alegre, Prof. Dr. José Ivo Follmann – UNISINOS

 

O professor Gilbraz, coordenador do Observatório das Religiões da UNICAP, estará em São Leopoldo-RS para falar do diálogo inter-religioso e intercultural e a proposta do Observatório Nacional dos jesuítas sobre Justiça Socioambiental – OLMA. A mesa de debate será na UNISINOS, que vai fazer cinquenta anos e está entre as maiores universidades comunitárias do Brasil, com mais de trinta mil alunos em cursos de graduação e pós-graduação, nas modalidades presencial e EaD. É uma Universidade também dos jesuítas, cuja Província Brasil lançou o OLMA: um núcleo organizador da Rede de instituições e iniciativas focadas na “promoção da justiça socioambiental” pelos jesuítas e seus colaboradores no país, vinculadas a uma nova compreensão da missão cristã – como humanização da história.

Além das áreas de Amazônia e Povos Tradicionais, Políticas Públicas, Economia Solidária e Educação Popular, Gênero e Juventudes e Migrantes, o Observatório de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida articula a área das Relações Étnico-raciais e Diálogo Inter-religioso. Ela congrega os Grupos de Promoção do Diálogo Inter-religioso e os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas das obras inacianas, que trabalham a coexistência entre culturas e religiões. Pois o diálogo inter-religioso e intercultural é chamado a criar ambiência mística de compromisso, entre e para além das tradições de fé, com essa frente ecumênica e ecológica comum da Justiça Socioambiental, que pauta os planos dos jesuítas no Brasil.

A espiritualidade inaciana acolhe e promove o mais amplo ecumenismo entre as tradições religiosas que defendem a justiça e a caridade, o mais sincero diálogo com as pessoas que amam a vida e a liberdade. Seguindo a diretriz filosófica e institucional da Província dos Jesuítas do Brasil, buscamos então uma experiência transformadora da fé em nossas ações de Promoção de Justiça Socioambiental, através de aprendizado mútuo e convívio fecundo com diferentes místicas religiosas, chamadas a defender a integridade do mundo como Criação divina.

O OLMA quer ajudar a promover, assim, uma presença apostólica embasada no discernimento crítico e engajado com os mais pobres e excluídos, com os ecossistemas mais ameaçados, uma postura de Igreja em saída ao encontro dos necessitados em nossa Casa Comum, promovendo emancipação e combatendo explorações. Ao mesmo tempo, o Observatório quer potencializar a espiritualidade inaciana ecumênica e ecológica na Rede jesuíta e entre os seus colaboradores, em sintonia com as Comunidades de Vida Cristã do Brasil e outras representações ligadas à promoção da fé e justiça.

 

Saiba mais:

Diálogo e causa socioambiental

Observatório das religiões na promoção da justiça

 

Link permanente para este artigo: http://www.unicap.br/observatorio2/?p=3223

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>