Esta seção quer publicar uma coletânea de monografias e dissertações de teologia e ciências da religião, bem como das ciências humanas e sociais, que digam respeito às religiões no Recife e aos seus (des)encontros.

Pretendemos também criar um banco de idéias com sugestões de pesquisas sobre fatos religiosos importantes em nossa região, de modo a estimular a investigação sobre o diálogo inter-religioso entre professores e estudantes.

Se você tem uma sugestão a fazer ou uma comunicação para compartilhar, por favor envie para observatorio@unicap.br

Como aperitivo do banquete acadêmico que está por vir, conheça algumas das pesquisas realizadas no âmbito do Mestrado em Ciências da Religião da UNICAP:

MARISTELA FERREIRA SILVA VELOZO

OS MECANISMOS PSICOSSOCIAIS E RELIGIOSOS DA MUDANÇA DE IGREJA ENTRE ADOLESCENTES E JOVENS CATÓLICOS DO LICEU DE ARTES E OFÍCIOS/UNICAP

Resumo: Esta dissertação tem como Objetivo Geral identificar e analisar os mecanismos psicossociais e religiosos que levam adolescentes e jovens a mudarem de Igreja. Visa-se verificar, com os Objetivos Específicos, a identidade religiosa desses adolescentes e jovens, detectando a inquietude adolescente e juvenil na busca e mudança de Igreja ou comunidade de fé. Pretendeu-se, também, a partir do entendimento das suas experiências religiosas do sagrado, descobrir a real vivência religiosa e familiar dos membros da amostra. Identificando e analisando o fenômeno religioso da mudança de Igreja, reflete-se sobre os mecanismos psicossociais e religiosos que os levaram ao trânsito religioso. A metodologia consta de uma Pesquisa de Campo com a aplicação de um Questionário Misto de 30 questões a uma amostra (aleatoriamente) escolhida de 46 sujeitos, sendo 26 adolescentes e 20 jovens do Liceu de Artes e Ofícios/Unicap, na faixa etária de 14 a 25 anos, que já foram católicos e hoje, pelo trânsito religioso para outros credos, assumem Igrejas diferentes que não mais aquelas de sua tradição familiar. Com os dados em mãos, foi feita a análise quantitativa, empregando a porcentagem e outros instrumentos estatísticos necessários, e a análise qualitativa das vivências e representações, confrontando-as com as teorias embasadoras, numa confiabilidade de 95% e 5% de possibilidade de erro. Percebe-se, nos resultados, a necessidade de uma maior introspecção dos adolescentes e jovens entrevistados para um maior entendimento e aprofundamento dos diferentes valores psicossociais e religiosos, justificando-se a pesquisa que os levaram a mudar de Igreja. Reconhece-se que a flexibilidade e instabilidade da fase do desenvolvimento adolescente e juvenil são alguns dos fatores provocadores da mudança de Igreja, ou comunidade de fé. Com a análise sobre os dados, possíveis estratégias podem ser detectadas, contribuindo para uma melhor atuação com adolescentes e jovens nas Instituições católicas (comunidades e grupos de vivência cristã) com informações pertinentes sobre a religiosidade entre adolescentes e jovens e o transitar religioso dessa clientela que experiencia um visível pluralismo religioso. Conclui-se que, sendo o assunto “mudança de Igreja entre adolescentes e jovens” pouco pesquisado, a identificação e análise dos mecanismos psicossociais e religiosos podem levar a sugestões de estratégias educacionais (familiares e escolares) e pastorais, de um modo mais realista e crítico, ante as “ofertas religiosas” e atuais desafios da Modernidade, mostrando aos adolescentes e jovens o que é positivo na sua antiga ou nova Igreja, e enfocando a necessidade de uma pertença religiosa mais consciente, estável e integradora de sua personalidade de adolescente e de jovem.

Palavras-chave: mudança de Igreja, mecanismos psicossociais e religiosos,

identidade e pluralismo religioso, modernidade e cristianismo, adolescência e juventude e diálogo interreligioso.

Baixe a dissertação completa, clicando aqui

VALÉRIA ALVARENGA TAUMATURGO SILVA

Resumo: O trabalho analisa as possibilidades e os entraves ao diálogo intra religioso na comunidade judaica em Recife, formada por judeus asquenazes, sefarades e messiânicos, buscando evidenciar o que os une e o que os distancia, tomando como chave hermenêutica a teocracia judaica e a complexidade da transdisciplinaridade. Constata-se que existe inegável tensão entre esses grupos que se distinguem entre si (e até se excluem) por alguns conteúdos sagrados específicos, mas que, ao mesmo tempo, estão ligados ao princípio fundamental da teocracia judaica, isto é, ao axioma judaico do monoteísmo, á fé num único Deus que tudo governa. A analise histórico-critica da origem de cada grupo ajudará compreender o que os caracteriza e as razões de suas diferenças, esperando-se, com isso, constatar reais probabilidades de um possível diálogo intra-religioso entre eles.

Palavras-chave: Judeus-Recife, Judeus-Recife-História, Pluralismo religioso-Recife.

Baixe a dissertação completa, clicando aqui

JANICE MARIE SMREKAR ALBUQUERQUE

REVOLUÇÃO FEMININA SILENCIOSA: A UNIVERSITÁRIA CATÓLICA RECIFENSE E A CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA IDENTIDADE PSICOSSOCIAL E ÉTICO-RELIGIOSA

Resumo: A presente dissertação tem como objetivo geral detectar e analisar a construção de uma nova identidade psicossocial e ético-religiosa feminina, através da vivência e das representações que a universitária católica recifense faz sobre as orientações do magistério da Igreja Católica concernentes à mulher diante os desafios do mundo contemporâneo. O trabalho visa resgatar as principais orientações da Igreja sobre mulher depois do Concílio Vaticano II, levantar dados sobre a realidade da mulher brasileira nos campos de corporeidade, sexualidade e saúde reprodutiva e confrontar o magistério da Igreja com a espiritualidade vivenciada pela mulher ante os desafios que enfrenta hoje. A hermenêutica de gênero é usada como instrumento de interpretação na análise do magistério da Igreja e dos resultados da pesquisa. As duas instituições de ensino superior (IES) de orientação religiosa católica, a Universidade Católica de Pernambuco (CATÒLICA) e a Faculdade Frassinetti de Recife (FAFIRE), participantes da pesquisa de campo, colaboraram na verificação, junto às suas alunas católicas, da construção da sua identidade psicossocial e ético-religiosa e da vivência da sua espiritualidade feminina. Como parte da metodologia, foi realizada uma pesquisa de campo com a aplicação de um questionário fechado de 31 questões a uma amostra aleatória de um total de 178 universitárias, das duas IES. Houve análises quantitativa e qualitativa de dados, com a proposta de posterior transferência de resultados às IES e outras instituições/conselhos interessados no tema. Os resultados demonstram os elementos constitutivos da nova identidade da universitária católica recifense nos aspectos psicológico, social, ético-religioso e cultural no enfrentamento de desafios contemporâneos diante do Magistério da Igreja Católica podem contribuir para estimular a reflexão sobre possíveis estratégias integradoras da vivência da nova identidade psicossocial e ético-religiosa feminina na mesma.

Palavras-chave: hermenêutica de gênero, identidade e pluralismo religioso, cristianismo e modernidade, ética e práticas sócio-religiosas, magistério da Igreja.

Baixe a dissertação completa, clicando aqui