Abandono materno é tema de palestra na Semana da Mulher

IMG_3241

As atividades da 13ª Semana da Mulher da Universidade Católica continuaram na manhã desta quinta-feira (19) com a discussão do tema Abandono materno: material e afetivo. A mesa foi coordenada pelo professor Teodomiro Noronha e composta pelas professoras de Direito da Unicap Andrea Campos e Maria Luiza Ramos; e pela psicóloga e coordenadora do NUCE (Núcleo de Curadoria Especial e Proteção à Família), Ana Cláudia Souza. Souza substituiu o professor e juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude de Recife, Élio Braz, que por motivo de trabalho não pode comparecer ao evento.

A professora Andrea Campos analisou o assunto por um viés filosófico, remetendo às representações da maternidade na mitologia e nos contos de fadas; e questionou se o amor de mãe é um sentimento instintivo ou culturalmente produzido, ou um pouco de ambos. “Este é um tema delicado e sensível, pois nos coloca diante de um grande assombro nosso. Porque a partir do momento em que nós colocamos o foco sobre o abandono materno, então nós já estamos vendo a possibilidade de que o amor materno não é um amor absoluto, não é um amor sagrado. Inclusive o amor de nossas próprias mães. Inclusive o nosso amor de mães”, disse ela, ao introduzir o tema.

A professora Maria Luiza Ramos apresentou uma abordagem jurídica, explicando o que constitui abandono e quais as medidas cabíveis quando ele acontece. A psicóloga Ana Cláudia Souza apresentou ao público o programa Mãe Legal, do qual ela é membro. O programa presta atendimento às mulheres que manifestam interesse em entregar os filhos para a adoção.

Após as palestras, foi aberto o espaço para as dúvidas da plateia.

Print Friendly

março 25th, 2015 Postado por : vieira Arquivado em: Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*