Ministra Ideli Salvatti participa de Caravana de Direitos Humanos em Recife

Com informações da Assessoria de Comunicação Social
www.sdh.gov.br

https://www.facebook.com/direitoshumanosbrasil

A Ministra Ideli Salvatti, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), participou nesta quinta-feira (11) da 10ª Caravana de Educação em Direitos Humanos em Recife, Pernambuco. O fórum, que contou com a presença de autoridades, estudantes e representantes de movimentos de Direitos Humanos, foi realizado na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Ideli elogiou a Unicap por dar atenção ao tema. “Quero registrar o compromisso dessa instituição com os Direitos Humanos”, disse. “Percebo que este auditório (G2) onde estamos acabou de ser inaugurado e demonstra o cuidado e atenção devida à acessibilidade, com rampa e comunicação em Língua Brasileira de Sinais. Só conseguimos fortalecer os Direitos Humanos com engajamento no eixo da educação. É o que esta academia está fazendo”.

Participaram do evento, o secretário-executivo de Direitos Humanos do Estado de Pernambuco, Paulo Moraes; o coordenador-geral do Movimento Nacional dos Direitos Humanos (MNDH),  Rildo Marques; e a diretora da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), Salete Valesan, entre outros.

Convergência – A Caravana de Educação em Direitos Humanos, que percorrerá todo o país, é uma ação de convergência de redes, movimentos, entidades e de todas as pessoas que se dedicam para a afirmação dos direitos humanos na sociedade e no Estado brasileiro. A iniciativa tem em seu alicerce o Fórum Mundial de Direitos Humanos (FMDH), cuja primeira edição foi realizada em 2013 em Brasília (DF). Este ano, o fórum será no Marrocos.

Um dos objetivos da caravana é integrar os movimentos sociais, grupos coletivos, pessoas, entidades, instituições e demais para atividades educadoras – disseminando os temas e campanhas surgidas do FMDH. Entre as ações, são colhidos depoimentos de pessoas vulneráveis e em situação de violação de direitos. A proposta é criar um espaço aberto, plural e inclusivo para todos.

A SDH/PR apoia a caravana por meio de um convênio com a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), em parceria com o Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), governos municipais e estaduais, além de instituições públicas de educação e direitos humanos.

Caravana – Lançada no dia 29 de abril em Natal (RN), a Caravana já passou por São Paulo (SP), Manaus (AM), Osasco (SP), Lages (SC), Pouso Alegre (MG), Rio de Janeiro (RJ), Rio Branco (Ac), Lagarto (SE) e. Recife (PE). Para o próximo período estão previstas atividade como oficinas, seminários e encontros em Minas Gerais (BH), Florianópolis (SC), Campos Grande (MS), Vitória (ES), Salvador (BA), Porto Alegre (RS), Macapá (AP) e Curitiba (PR).

Nesta sexta-feira (12), a ministra estará em Teresina (PI), onde também haverá a caravana no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil na cidade.

Após sua participação na caravana, a ministra deu entrevista sobre o assassinato do estudante homossexual João Antonio Donati, em Inhumas (GO), e o incêndio no Centro de Tradições Gaúchas, em Santana do Livramento (RS), onde será realizado um casamento entre pessoas do mesmo sexo no próximo sábado.

Print Friendly

setembro 12th, 2014 Postado por : vieira Arquivado em: Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*