Ministra Ideli Salvatti participa de Caravana de Direitos Humanos em Recife

Com informações da Assessoria de Comunicação Social
www.sdh.gov.br

https://www.facebook.com/direitoshumanosbrasil

A Ministra Ideli Salvatti, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), participou nesta quinta-feira (11) da 10ª Caravana de Educação em Direitos Humanos em Recife, Pernambuco. O fórum, que contou com a presença de autoridades, estudantes e representantes de movimentos de Direitos Humanos, foi realizado na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Ideli elogiou a Unicap por dar atenção ao tema. “Quero registrar o compromisso dessa instituição com os Direitos Humanos”, disse. “Percebo que este auditório (G2) onde estamos acabou de ser inaugurado e demonstra o cuidado e atenção devida à acessibilidade, com rampa e comunicação em Língua Brasileira de Sinais. Só conseguimos fortalecer os Direitos Humanos com engajamento no eixo da educação. É o que esta academia está fazendo”.

Participaram do evento, o secretário-executivo de Direitos Humanos do Estado de Pernambuco, Paulo Moraes; o coordenador-geral do Movimento Nacional dos Direitos Humanos (MNDH),  Rildo Marques; e a diretora da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), Salete Valesan, entre outros.

Convergência – A Caravana de Educação em Direitos Humanos, que percorrerá todo o país, é uma ação de convergência de redes, movimentos, entidades e de todas as pessoas que se dedicam para a afirmação dos direitos humanos na sociedade e no Estado brasileiro. A iniciativa tem em seu alicerce o Fórum Mundial de Direitos Humanos (FMDH), cuja primeira edição foi realizada em 2013 em Brasília (DF). Este ano, o fórum será no Marrocos.

Um dos objetivos da caravana é integrar os movimentos sociais, grupos coletivos, pessoas, entidades, instituições e demais para atividades educadoras – disseminando os temas e campanhas surgidas do FMDH. Entre as ações, são colhidos depoimentos de pessoas vulneráveis e em situação de violação de direitos. A proposta é criar um espaço aberto, plural e inclusivo para todos.

A SDH/PR apoia a caravana por meio de um convênio com a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), em parceria com o Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), governos municipais e estaduais, além de instituições públicas de educação e direitos humanos.

Caravana – Lançada no dia 29 de abril em Natal (RN), a Caravana já passou por São Paulo (SP), Manaus (AM), Osasco (SP), Lages (SC), Pouso Alegre (MG), Rio de Janeiro (RJ), Rio Branco (Ac), Lagarto (SE) e. Recife (PE). Para o próximo período estão previstas atividade como oficinas, seminários e encontros em Minas Gerais (BH), Florianópolis (SC), Campos Grande (MS), Vitória (ES), Salvador (BA), Porto Alegre (RS), Macapá (AP) e Curitiba (PR).

Nesta sexta-feira (12), a ministra estará em Teresina (PI), onde também haverá a caravana no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil na cidade.

Após sua participação na caravana, a ministra deu entrevista sobre o assassinato do estudante homossexual João Antonio Donati, em Inhumas (GO), e o incêndio no Centro de Tradições Gaúchas, em Santana do Livramento (RS), onde será realizado um casamento entre pessoas do mesmo sexo no próximo sábado.

setembro 12th, 2014 Postado por : vieira Arquivado em: Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*