Dia da Mata Atlântica

Mata Atlântica abrangia uma área equivalente a 1.315.460 km2 e estendia-se originalmente ao longo de 17 Estados (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Sergipe, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí). Hoje, restam 8,5 % de remanescentes florestais acima de 100 hectares do que existia originalmente. Somados todos os fragmentos de floresta nativa acima de 3 hectares, temos atualmente 12,5%. É uma das áreas mais ricas em biodiversidade e mais ameaçadas do planeta e também decretada Reserva da Biosfera pela Unesco e Patrimônio Nacional, na Constituição Federal de 1988. Em dezembro de 2006, após 14 anos tramitando no Congresso, foi sancionado o Projeto de Lei da Mata Atlântica, que regulamenta o uso e a exploração de seus remanescentes florestais e recursos naturais.
Desta forma, para registrar a data, a ASPAN – Associação Pernambucana de Defesa da Natureza e a ECOS – Associação Ecológica de Cooperação Social, com o apoio do Instituto Humanitas UNICAP, promovem nesta terça-feira, dia 27 de maio, a partir das 19h30, uma breve apresentação sobre a importância do bioma, onde atualmente mais de 62% da população brasileira, com base no Censo Populacional 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são mais de 118 milhões de habitantes em 3.284 municípios, que correspondem a 59% dos existentes no Brasil. Destes, 2.481 municípios possuem a totalidade dos seus territórios no bioma e mais 803 municípios estão parcialmente inclusos, conforme dados extraídos da malha municipal do IBGE (2010). Entre tantos benefícios que a Mata Atlântica proporciona, estão a regulagem do fluxo de mananciais hídricos, controle do clima, fonte de alimentos e plantas medicinais, lazer, ecoturismo, geração de renda e qualidade de vida, além de que as sete das nove bacias hidrográficas brasileiras estão localizadas no bioma.
 
O evento acontece no Centro de Ciências e Tecnologia – CCT, no 1º andar do bloco D, da  Universidade Católica de Pernambuco – UNICAP, que fica na Rua do Príncipe, 526, Boa Vista, Recife/PE. Informações: 8801 5190 – Suzy Rocha (ASPAN) e 8816 9628 Alexandre Moura (ECOS).
Print Friendly, PDF & Email
maio 26th, 2014 Postado por : vieira Arquivado em: Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*