JUIZ BALTASAR GARZÓN PARTICIPA DE SEMINÁRIO NA CATÓLICA

O juiz espanhol Baltazar Garzón estará no Recife esta semana para participar, na Universidade Católica de Pernambuco, do seminário internacional “50 anos do golpe e a nova agenda da justiça de transição no Brasil”, promovido pelo Instituto Humanitas Unicap, Gajop, Governo do Estado e Governo Federal. Ele fará palestra na quinta-feira (13), às 9h, sobre “Anistias, impunidade e crimes contra a humanidade”.

Garzón ficou conhecido mundialmente ao emitir uma ordem de prisão contra o ex-presidente do Chile Augusto Pinochet pela morte e tortura de cidadãos espanhóis. Utilizou como base o relatório da Comissão Chilena da Verdade (1990-1991). Reiteradas vezes manifestou seu desejo de investigar o ex-secretário de Estado norte-americano Henry Kissinger por sua relação com a denominada Operação Condor.Trabalhou também em um processo em que se acusa de genocídio diversos militares argentinos pelo desaparecimento de cidadãos espanhóis durante a ditadura argentina (1976-1983).

Em 2001, solicitou permissão ao Conselho da Europa para processar o primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, então membro da Assembleia Parlamentar do Conselho. Em dezembro daquele mesmo ano, investigou, por suspeitas de lavagem de dinheiro, contas no exterior (off-shore) do conglomerado financeiro BBVA (segundo maior banco da Espanha). Em janeiro de 2003, criticou enfaticamente o governo dos EUA pela detenção ilegal, na base de Guantánamo (Cuba), de suspeitos de pertencerem ao grupo terrorista Al-Qaeda. Naquele mesmo ano, participou de campanhas contra a guerra no Iraque.

Print Friendly
março 11th, 2014 Postado por : vieira Arquivado em: Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*