‘Governo itinerante’ deve acelerar reconstrução de cidades alagadas

Glauco Araújo
Do G1, em Jaqueira (PE)

Trinta delas estão em emergência e outras nove em calamidade pública.
Governador de Pernambuco visitou dez municípios atingidos neste sábado.

Das 39 cidades mais afetadas pela enchente em Pernambuco, 30 estão em estado de emergência e outras nove em estado de calamidade pública, segundo dados da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe). O governador Eduardo Campos visitou dez destes municípios, neste sábado (26), para checar o funcionamento da chamada ‘Operação Reconstrução’, composta por 15 ‘gabinetes itinerantes’, que devem desburocratizar a realização de obras e a liberação de verbas necessárias.

Campos circulou pelas ruas mais atingidas pela enxurrada e circulou por uma escola que ficou submersa pela enchente em Jaqueira. “Os escritórios montados nas cidades serão importantes para garantir a rapidez de envio de recursos, a manutenção do que ainda ficou de pé e a reconstrução das casas”, afirmou o governador.
Neste sábado, ele passou por Barra de Guabiraba, Cortês, Amaraji, Primavera, Escada, Belém de Maria, Catende, Jaqueira e Maraial.

Vinte e duas secretarias de estado de Pernambuco estão mobilizadas em formar escritórios governamentais nas cidades atingidas. “Essa foi a maneira que encontramos para acelerar a reconstrução do que foi destruído em todos os municípios”, disse o governador ao G1 durante passagem pela cidade de Jaqueira (PE).

Em Alagoas

De acordo com a Defesa Civil de Alagoas, 15 cidades decretaram estado de calamidade pública, entre elas a cidade de Branquinha (AL). Mais de 180 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas no estado. Até este sábado, 76 pessoas estão desaparecidas e 34 mortes foram confirmadas.

Print Friendly
junho 27th, 2010 Postado por : admin Arquivado em: Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*