Charles Taylor fará conferência sobre “Religiões e sociedade nas trilhas da secularização” hoje, às 19h, na Unicap

O filósofo canadense Charles Taylor fará na noite desta terça-feira (14) a sua segunda conferência na Universidade Católica de Pernambuco. Ele falará sobre “Religiões e sociedade nas trilhas da secularização”. O evento, que faz parte das comemorações dos 70 anos do curso de Filosofia da Unicap, terá início às 19h, no auditório G1.

Charles Taylor é professor emérito de ciência política e de filosofia na Université McGill (Montreal), onde ele lecionou de 1961 a 1977. Sua reflexão, traduzida em mais de vinte línguas, situa-se no entrecruzamento de várias correntes de pensamento e variadas disciplinas: filosofia analítica e moral, fenomenologia e hermenêutica, antropologia e sociologia, política e história.

Em 2007 ele foi nomeado pelo governo do Quebeque, juntamente com o sociólogo e historiador Gérard Bouchard, para a presidência da Commission de consultation sur les pratiques d’accommodements reliées aux différences culturelles. Nos debates étnico-políticos atuais, Taylor é relacionado ao comunitarismo, embora sua obra seja transdisciplinar e coloque em diálogo o pensamento de Wittgenstein, de Austin, de Merleau-Ponty, de Max Weber, de Durkheim, de Tocqueville e da Escola de Frankfurt.

Taylor voltou-se nos últimos tempos para a filosofia da religião, como atestam a sua palestra “A Catholic Modernity” e o seu ensaio “Varieties of Religion Today: William James Revisited”. No entanto, a sua mais impressionante contribuição sobre o tema é o livro Uma Era Secular, que argumenta contra a tese da secularização de Max Weber e Steve Bruce. Para estes, a modernidade científica diminui a influência da religião, mas para Taylor esse fato não se verificou e sim a diversificação e o crescimento da religiosidade humana. Na “Idade Secular”, ética e espiritualidade continuam em pauta, embora por outros caminhos…

Entre os livros de Charles Taylor, destacamos em língua portuguesa os seguintes: “Imaginários sociais modernos” (Lisboa: Edições Texto e Grafia, 2010); “Uma era secular” (São Leopoldo: Unisinos, 2010); “As fontes do self” (São Paulo: Loyola, 2005).

 

 

Print Friendly, PDF & Email
maio 14th, 2013 Postado por : vieira Arquivado em: Eventos, Notícias, Projetos, Publicações

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta: