Relatora da ONU realiza palestra na Unicap

Foto: Carolina Nogueira

O Instituto Humanitas Unicap e o Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop) realizaram, na última sexta-feira (10), o Seminário Poder Judiciário e Direitos Humanos: Novas Expectativas do Acesso à Justiça. A palestrante convidada foi a Relatora Especial da ONU sobre a Independência dos Juízes e Advogados, Gabriela Knaul de Albuquerque. O coordenador executivo do Gajop, Luis Emmanuel Barbosa da Cunha, atuou como mediador.

Relatora Especial da ONU

O evento teve inicío com as palavras do Reitor da Universidade Católica de Pernambuco e presidente da Federação Internacional das Universidades Católicas, Padre Pedro Rubens, que deu as boas- vindas a todos os presentes e agradeceu muito a presença da Relatora Especial da ONU. Em seguida, o Pró-reitor Comunitário, Padre Lúcio Flávio Cirne, ressaltou a importância do evento e da parceria do Instituto Humanitas com o Gajop e convidou Gabriela Knaul para dar início a sua palestra.

Na sua apresentação, a Relatora Especial da ONU enfatizou que “o poder judiciário não pode continuar a ser hermético, fechado. Os magistrados têm de aprender a se comunicar. A Justiça precisa  se abrir e compreender que aquele universo é um universo que as pessoas têm sede de conhecer. Gera muita curiosidade, dúvidas e perguntas. Acho difícil um juiz falar sobre uma causa antes de julgá-la, mas é possível que os tribunais tenham gabinetes de comunicação que possam interpretar os termos técnicos jurídicos e dar a informação de forma objetiva. Isso já acontece em muitos lugares do mundo. Se a população compreender melhor o funcionamento da Justiça, vai criticar menos e confiar mais”. Ao concluir sua fala, Gabriela agradeceu o convite para participar do seminário na Católica e frisou que “não existe melhor lugar para aprender do que a Universidade”.

Gabriela Knaul de Albuquerque é formada em Direito pela Universidade de Cuiabá (Unic) e pós-graduada em Direito Público pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Atualmente, cursa MBA em Gestão do Judiciário pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ). Iniciou suas funções como Relatora Especial da ONU sobre a Independência dos Juízes e Advogados em 1º de agosto de 2009. Ela tem mais de 10 anos de experiência como juíza no Brasil, e como Relatora Especial, já visitou a Bulgária, Colômbia, México, Moçambique e Romênia, em missões oficiais, e participou de vários eventos acadêmicos e profissionais de magistrados e advogados em Amsterdã e Haia (Países Baixos), em Dakar (Senegal), em Genebra (Suíça), em Istambul (Turquia), em Kiev (Ucrânia), nas Maldivas, em Mar del Plata (Argentina), em Montevidéu (Uruguai), na Cidade da Praia (Cabo Verde), em Seul (República da Coreia) e em Tegucigalpa (Honduras).

 

 

Print Friendly
agosto 20th, 2012 Postado por : vieira Arquivado em: Eventos, Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*