Secretária da Mulher participa de abertura da 10ª Semana da Mulher na Católica

Do Boletim Unicap

Fotos: Angélica Zenith

O Instituto Humanitas Unicap e a Universidade Católica de Pernambuco iniciaram, na manhã desta segunda-feira (5), no auditório G2, à 10ª Semana da Mulher, que este ano traz como tema “Mulher, fraternidade e saúde”, numa referência à Campanha da Fraternidade 2012. Participaram da solenidade de abertura o Reitor da Universidade, Padre Pedro Rubens; o Pró-reitor Comunitário, Padre Lúcio Flávio Cirne; a Pró-reitora Acadêmica, Aline Grego; o Pró-reitor Administrativo,Luciano Pinheiro; a coordenadora do 1º ciclo, professora Fátima Breckenfeld; e a secretária da Mulher de Pernambuco, Cristina Buarque. “Esta semana da mulher na Católica, é um preparo para o Dia Internacional da Mulher. A Unicap aproveita o momento para debater temas importantes para o gênero, e também expor o lado cristão. A lembrança da campanha da fraternidade dentro do tema central do evento reforça esse posicionamento da instituição”, ressaltou Padre Pedro Rubens.

Secretária da Mulher de Pernambuco, Cristina Buarque.

Cristina Buarque ministrou a palestra “O Estado na Prevenção da Doença e em Defesa da Saúde da Mulher”. Usou como base em seu discurso discussões sobre como construir uma vida mais saudável. Trouxe como referência o trabalho realizado pela Secretaria da Mulher no amparo às mulheres da Zona da Mata do estado, que, segundo a secretária, é uma das regiões onde há sérios problemas de saúde bucal e oftalmológica.

Cristina Buarque lembrou o movimento feminista, ocorrido nos anos 60, quando as mulheres brigaram por seus direitos e deveres e pelo direito à independência e cuidado com o próprio corpo. “A mulher tem um corpo diferente do corpo masculino. O homem não tem menstruação, não tem menopausa, não amamenta. Então, temos que tratar da saúde feminina de forma diferente. Temos que ver o corpo feminino como uma ferramenta que necessita de um tratamento especial”, ressaltou.

Também foram expostos pontos como a prevenção a enfermidades nas mulheres e a ditadura da beleza, que impõe um padrão ideal de mulher que nunca será alcançado.  “As universidades devem se opor ao modelo estético imposto pela mídia, no que diz respeito à sexualidade feminina. Devemos evitar a mercantilização de como é tratado esse tema”, enfatizou a secretária.

Cristina Buarque também apresentou o 1º Plano de Assistência à Mulher em Pernambuco.Uma parceria entre as secretarias da Mulher e de Saúde do Estado. A secretária enfatizou que um dos principais objetivos dessa parceria é o de garantir o direito à saúde da mulher negra e rural, especialmente no que diz respeito à prevenção ao abuso sexual. Cristina ainda lembrou do direito da mulher abusada sexualmente de ter a liberdade de poder usar métodos contraceptivos, como a pílula e a injeção do dia seguinte, para que não engravide do seu estuprador.

image_print
março 07th, 2012 Postado por admin Arquivado em: Eventos, Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Deixe uma resposta