Humanitas, Aspan e UFRPE sediam II Semana do Meio Ambiente

A Universidade Católica de Pernambuco sediou nesta quarta-feira (1º) a II Semana do Meio Ambiente, promovida pelo Instituto Humanitas da Unicap, Diretório Acadêmico do Bacharelado em Ciências Biológicas da Universidade Federal Rural de Pernambuco (DABB/UFRPE) e a Associação Pernambucana de Defesa de Pernambuco (Aspan). Durante todo o dia, os alunos, professores e toda a comunidade acadêmica participaram de várias atividades, incluindo mesa-redonda, exposição, mostra de vídeo, palestra e oficina de teatro.

Durante a manhã, o Pró-reitor Comunitário e coordenador do Humanitas, Padre Lúcio Flávio Cirne, a coordenadora do II Semeio, Maria Adélia Borstelmann, e o representante da Comissão Organizadora do evento, o aluno José Barbosa Neto, realizaram a abertura oficial do dia mais esperado da programação. “O Instituto Humanitas está de braços abertos, queremos somar forças”, iniciou Padre Lúcio. Ao todo são cinco dias com uma programação bem extensa, com 11 mesas-redondas, cinco palestras, cinco oficinas e quatro minicursos. O evento termina na próxima sexta-feira (3).

A II Semana do Meio Ambiente tem como tema principal Políticas Públicas para o Meio Ambiente. “A partir das universidades queremos discutir essas questões, despertando para uma mobilização de toda a sociedade. Estamos procurando conscientizar e mobilizar os diversos segmentos para as questões do meio ambiente”, explicou Padre Lúcio Flávio.

“A partir das mesas-redondas, os participantes irão saber seus direitos e deveres, quais meios procurar e como recorrer quando o assunto é meio ambiente, além de mostrar onde estão as políticas públicas do Brasil”, disse Maria Adélia. Para os organizadores, essa parceria tem como objetivo integrar as comunidades em torno de um assunto muito relevante que é o meio ambiente.

A primeira mesa-redonda do dia teve como tema: Gestão de Resíduos Sólidos no Brasil: Situação atual e os desafios. Para discutir o assunto foram convidados o engenheiro e sócio fundador da Aspan, Bertrand Sampaio, e o engenheiro, diretor e gerente de planejamento da Secretaria de Serviços Urbanos de Jaboatão dos Guararapes, Rodolfo Aureliano.

Na ocasião, foram abordadas questões sanitárias, e foram citados os riscos do acúmulo de lixo, como é o caso da dengue. “Hoje, 71 municípios estão em situação de alerta devido à dengue e a principal causa é o lixo. Uma saída é a coleta seletiva. Outro aspecto que devemos ter muito cuidado são os casos de leptospirose no Brasil”, afirmou Bertrand. Outra questão discutida na mesa-redonda foi soluções sustentáveis para a coleta do lixo, as características do lixo brasileiro a situação atual do lixo no nosso país.

No mesmo momento estava acontecendo, no salão receptivo do bloco G, a exposição educação ambiental: um instrumento de prevenção aos ataques de tubarão, realizada pelo Instituto Oceanário de Pernambuco, que trabalha com pesquisas e preservação ambiental. As pessoas puderam aprender como se prevenir de possíveis ataques de tubarão para poder tomarem um banho de mar seguro.

Logo no começo da tarde, no Espaço Cultural Padre Tavares Bragança, houve uma oficina de teatro sobre conscientização ambiental, com o cineasta Gilvan Noblat. A programação na Católica só termina de noite. Para os interessados, o site disponibiliza a programação completa do evento.

 

Print Friendly, PDF & Email
junho 06th, 2011 Postado por : admin Arquivado em: Eventos

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*