Sínodo Pan-amazônico em debate na VI Semana Socioambiental da Unicap

A programação da VI Semana Socioambiental contou com palestra do presidente da Comissão de Pastoral para Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Arquidiocese de Olinda e Recife e Assessor Religioso da Comissão de Justiça e Paz, Pe. Fábio do Santos.

O debate teve mediação do Pró-reitor de Graduação e Extensão da Unicap, Prof. Dr. Degislando Nóbrega. A atividade aconteceu no auditóri Dom Helder Camara na tarde desta quarta-feira (27) e abordou o documento Instrumentum Laboris, elaborado pelo Vaticano, para o Sínodo Pan-amazônico.

“As encíclicas sociais da Igreja semrpe gozaram de grande respeitabilidade no mundo. Sempre foram objetos de estudos por economistas não só no universo católico diretamente, mas a palavra dos papas sobre as problemáticas refletiram sobre cada época, sobretudo considerando os desafios do mundo industrial e do trabalho mereceram muita atenção nesses grandes documentos que a Igreja apresentou”, disse Degislando ao dar as boas vindas aos participantes

Logo no começo da palestra, Pe. Fábio defendeu obediência ao Papa e à doutrina social da Igreja. “Nós temos uma doutrina social sólida fundada na Palavra de Deus e na tradição da Igreja e que trata das questões da justiça. E mais recentemente, o mundo começou a discutir as questões escológicas e ambientais”, disse ele ao ressaltar a autoridade do Papa em convocar sínodos e a importância do encontro para discutir aspectos da Amazônia.

Ainda durante a palestra, Pe. Fábio explicou a Pedagogia da Escuta que norteia a filosofia dos sínodos e detalhou o Instrumentum Laboris a partir da escuta dos povos indígenas e comunidades quilombolas. Ele descreveu a estrutura do documento. “Há uma alerta para esta região de nove países está sendo ameaçada: a fauna, a flora, os rios, os povos indígenas, as comunidades quilombolas e ribeirinhas. Há uma ameça! Mas o nosso evangelho é da vida e não da morte. Por isso o engajamento da Igreja, em forma de sínodo, para tratar dessa questão”.

Ao final da explanção, Pe. Fábio explicou como a Igreja vê o papel do capitalismo diante do desafio socioambiental. “Se é um capitalismo que promova a dignidade humana e o respeito ecológico, esse capitalismo é possível. Um capitalismo dentro de um arcabouço ético, jurídico, de um Estado Democrático de Direito, de uma organização internacional que garanta isso.”

O evento foi transmitido ao vivo pelo Facebook do Instituto Humanitas Unicap e da Universidade Católica de Pernambuco. Clique aqui para assistir.

Partilhar
agosto 29th, 2019 Postado por : vieira Arquivado em: Notícias

Seja o primeiro a comentar Deixe uma resposta:

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios*

X