historia

Sobre o curso

                                                                                                                                                                                   Atualizado em 15/09/2017

 Sobre o Curso

 

Modalidade: Licenciatura Plena
Reconhecimento:
Decreto nº 25.129, de 25.06.1948.Publicação no DOU, 03.07.1948
Turnos Oferecido:
Tarde e Noite
Carga horária:
3.035 horas
Duração do curso:
08 períodos, mínimo; 14 períodos, máximo
Créditos:
189 obrigatórios e eletivos
Secretaria do curso:
Bloco B – 2º andar – fone: (81) 2119-4169
Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior
Lei nº 10.861, 14.04.2004
Condições de oferta dos cursos de graduação
ENADE
Organização
Didático-pedagógica
Corpo Docente
Instalações
2004
2005
2006
*
*
*
*
3
Legenda:
CMB=Condições Muito Boas;
CB=Condições Boas;
CR=Condições Regulares; CI=Condições Insuficientes;
*=Não Avaliado; SC=Sem Conceito (sem concluinte)

Objetivos

O curso de Licenciatura Plena em História objetiva formar professores dos ensinos Fundamental e Médio, apoiados em uma cultura geral que possibilite estabelecer um diálogo maduro e eficaz com outros campos dos conhecimentos humano e científico. O curso foi estruturado para oferecer sólida formação nas áreas, campos de estudo e investigação da História, o que, aliado ao conhecimento pedagógico, possibilita a inserção do profissional na realidade que o cerca.

Perfil Profissional

Objetivamos formar profissionais que, no desempenho da docência em História, ajam de acordo com as exigências éticas e morais decorrentes de sua atividade. E, como profissionais integrais, empenhem-se na produção e socialização do conhecimento sobre as múltiplas trajetórias empreendidas pelas sociedades humanas, particularmente pela brasileira, de forma que o conhecimento histórico fundamente o exercício da cidadania e seja posto a serviço do bem social.

Mercado de Trabalho

O licenciado em História está habilitado para atuar nos ensinos Fundamental e Médio, e para desenvolver estudos e pesquisas que na (re)produção do conhecimento histórico. Seu campo de atuação transcende o exercício da docência, uma vez que o Historiador pode trabalhar em museus, editoras, assessorias de rádio, televisão, jornal, empresas e ONG’s e órgãos públicos gestores de patrimônio cultural, bem como na pesquisa em arquivos e bancos de dados.

Atividades Complementares

As Atividades Complementares são componentes curriculares de caráter científico, cultural e acadêmico cujo foco principal é o estímulo à prática de estudos independentes, transversais, opcionais e interdisciplinares, de forma a promover, em articulação com as demais atividades acadêmicas, o desenvolvimento intelectual do estudante, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho. Quando são efetivadas de acordo com as diretrizes da UNICAP, aprovadas pela Resolução CONSEPE/UNICAP nº 009/2005 de 06.05.2005, e promovem a aquisição de conhecimento e o desenvolvimento de competências e habilidades, verificados por meio de avaliação, serão validadas academicamente pela UNICAP, mesmo se realizadas em situações de aprendizagem fora da Universidade, desde que vinculadas ao mundo do trabalho e à prática social.

Estágio Supervisionado

O estágio é desenvolvido nas escolas de ensino Fundamental e Médio, conforme estabelecido nas Diretrizes Curriculares Nacionais.

Programas de Extensão

A extensão é entendida como prática acadêmica que aproxima a Universidade, nas suas atividades de ensino e pesquisa, às demandas da sociedade na qual ela está inserida, possibilitando, assim, a formação do profissional cidadão e caracterizando o ambiente universitário como espaço privilegiado de produção do conhecimento significativo para superação das desigualdades sociais existentes.
Dentre os programas de Extensão desenvolvidos, destacam-se:

  • Cursos, Conferências, Seminários
  • Atividades Artístico-Culturais
  • Atividades Desportivas
  • Assistência à Saúde
  • Assistência Espiritual e Religiosa
  • Assistência Estudantil
  • Assistência Social
  • Assistência Jurídica Gratuita
  • Assistência Psicológica e Fonoaudiológica
  • Apoio aos Movimentos Populares
  • Unicap para a 3ª Idade
  • Projeto Horizonte

Iniciação Científica

O Programa Institucional de Base de Iniciação Científica – PIBIC/UNICAP foi implantado em 1998. Desde então, têm-se realizado as Jornada de Iniciação Científica e a Mostra de Pesquisa, Pós-graduação e Extensão, mobilizando as comunidades interna e externa. A partir de 2003, tais eventos foram reunidos e fazem parte da Semana de Integração Universidade-Sociedade. O PIBIC/UNICAP conta com 330 bolsas da própria instituição, nos moldes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), 30 bolsas do PIBIC/CNPq e 12 bolsas de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Ciência e à Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE) por demanda espontânea.

Intercâmbio Estudantil

O Programa de Intercâmbio Estudantil oferecido pela UNICAP visa a propiciar aos alunos uma experiência acadêmica, durante um ou dois semestres, numa IES nacional ou internacional, através de convênios de cooperação mútua educacional. Esse Programa tem sua origem nas diretrizes da AUSJAL – Associação de Universidades confiadas à Companhia de Jesus na América Latina, que propõe a integração dos estudantes de IES jesuítas latino-americanas, como modalidade complementar de sua formação. Por outro lado, a UNICAP recebe estudantes estrangeiros das IES conveniadas que desejem realizar estudos de graduação por um ou dois semestres.

Processos de Avaliação

Acompanhamento e avaliação do Projeto Pedagógico do curso:

Avaliação Institucional

A UNICAP está realizando a auto-avaliação conforme o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), estabelecido pela Lei nº 10.861, de 14.04.2004.

Avaliação do Aluno

A avaliação é concebida como um dos mecanismos de acompanhamento da aprendizagem do aluno e se realiza de forma processual e diagnóstica, cujo o objetivo é atuar preventivamente na melhoria do desempenho dos alunos.

Regime de Aprovação

O regime de aprovação em cada disciplina obedece ao Regimento da UNICAP.

Laboratórios

Laboratórios e Núcleos

  • Núcleo UNICAP de Estudos da Mulher (NUEMU) – criado com o objetivo primordial de reunir um acervo documental e de fontes bibliográficas relativas à participação feminina nos movimentos sociais, políticos, culturais e econômicos, ressaltando a ação da mulher como sujeito ativo na construção da cidadania. Possui um acervo bibliográfico com aproximadamente 100 títulos. Atualmente o NUEMU tem como marca mais forte de sua presença na comunidade universitária a promoção, no mês de março, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, de uma semana de estudos com debates, palestras, comunicações e mini-cursos.
  • Núcleo de Pesquisas Frei Caneca – inicialmente concentrou seus estudos nas áreas de História do Nordeste e de Pernambuco, estabelecendo conexões com Portugal tanto no período colonial como no século XX. Este núcleo iniciou uma produção acadêmica desde 1993, abordando, através dos projetos desenvolvidos, questões referentes ao trabalho, à cultura, aos movimentos sociais e ao discurso. Atualmente tem havido uma maior concentração em estudos e pesquisas ligadas à História das Religiões, incentivada pela participação de professores do Departamento no corpo docente do Curso de Mestrado em Ciências da Religião, para o qual também está se voltando o interesse de alguns dos nossos graduados. Todo o material oriundo das pesquisas desenvolvidas encontra-se disponibilizado para a consulta da comunidade acadêmica e do público em geral. O núcleo possui um acervo bibliográfico com 1.264 volumes (incluídos os 100 do NUEMU, já referidos) e videoteca com 100 filmes históricos e documentários

Matriz Curricular

Baixe o Arquivo

Historia – Lic – Tarde

Historia – Lic – Noite

Grade e Corpo Docente
Historia (19/07/2017)
Lei nº 13.168, de 06 de outubro de 2015.