As candidaturas indígenas cresceram nas eleições de 2020

As candidaturas indígenas cresceram nas eleições de 2020 com quase 30% a mais do que em 2016, mesmo com menos de 1% na bancada eleitoral, segundo apontam os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com o Censo de 2010, a população indígena corresponde 896.917 pessoas, aproximadamente 0,47% da população total do Brasil. Com o passar dos anos e dos assédios sofridos por parte dos grandes ruralistas, órgãos do governo, aumento do desmatamento e outras situações de graves violações aos direitos dos povos, grupos indígenas começaram a se mobilizar para tentar fazer parte nestas eleições municipais.

 

Ainda em minoria e subrepresentatividade, os 0,39% são distribuídos entre 32 partidos, em total 2.177 indígenas registrados como candidatos. Na lista de partidos com candidaturas indígenas, o PT lidera com 263 candidatos indígenas em 2020. Apesar do número parecer ter um grande volume, as candidaturas petistas representam menos de 0,96% ao todo. O partido que mais lança candidaturas indígenas é o PSTU, e o que ajuda a entender isso é baixa quantidade de chapas lançadas, que no total são 204.

 

A região Norte vem liderando em relação às candidaturas com 919 candidatos. A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) realizou um encontro virtual para orientar os candidatos indígenas, onde destacaram assédios sofridos por parte dos partidos com a tentativa de manobras política e ilusões. Os candidatos destacaram também a importância da representação indígena na Democracia e na política brasileira.

 

A participação ativa de grupos indígenas na política é vista como afrontamento ao governo atual, que vem trazendo políticas a favor de grandes empresários e ruralistas, favorecendo o desmatamento e a invasão de território indígena. A Constituição de 1988 estabeleceu o Direito à Terra onde tradicionalmente ocupam que são de natureza originária. Os índios hoje, vêem esse direito a cada dia sendo mais desrespeitado e debilitado.

 

 

 

Texto: Ana Júlia Duarte

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Deixe um Comentário