DEMOCRACIA E TECNOLOGIA: APLICATIVOS AJUDAM ELEITORES E MESÁRIOS.

Este ano, os brasileiros irão às urnas para eleger ou reeleger prefeitos e vereadores. O clima das eleições municipais já tomou conta de todo país, e embora novas medidas de campanha eleitoral estejam em vigor, para evitar aglomerações devido a pandemia do coronavírus, é essencial que eleitores e candidatos tenham espaços para acompanhar, fiscalizar e denunciar irregularidades.

As novas tecnologias serão companheiras dos eleitores, mesários e candidatos nessa eleição. O Tribunal Superior Eleitoral divulgou 5 aplicativos de acesso gratuito pelas plataformas do Google Play Story e do App Story. Com os aplicativos, os cidadãos poderão acompanhar a apuração, fiscalizar campanhas eleitorais, e obter informações importantes para o dia da eleição. São eles:

O boletim na mão

Permite ao cidadão obter resultados das urnas diretamente do seu celular e, assim, fiscalizar o processo eleitoral. O aplicativo desenvolvido pela Justiça Eleitoral tem como finalidade fornecer ao eleitor todo o conteúdo dos Boletins de Urna (BU), o documento que contém a quantidade de votos obtidos pelos candidatos em cada seção eleitoral.

Resultados

Permite ao cidadão acompanhar a totalização de votos. Com ele, o eleitor pode conferir a quantidade de votos obtidas por cada candidato de qualquer lugar do país. O aplicativo contabiliza o voto tanto dos candidatos eleitos, quanto dos que não foram eleitos, e também indica quais municípios haverá segundo turno.

Mesário

Existe desde 2016, e tem ajudado cidadãos convocados ou voluntários a colaborar com o processo eleitoral. Nele, os mesários têm acesso a informações sobre as suas atividades de forma simples e rápida.

E- título

O aplicativo criado pela Justiça Eleitoral é a versão eletrônica do título de eleitor. Nela, os cidadãos encontram informações como local de votação e informações sobre a situação eleitoral. O eleitor também pode emitir certidão de quitação eleitoral e de crimes eleitorais. Com o aplicativo o eleitor pode ainda justificar a ausência, caso esteja fora do seu domicílio e longe de sua seção eleitoral.

Pardal

O Pardal é o aplicativo que permite ao cidadão fiscalizar a eleição. Com ele é permitido que o eleitor informe diretamente ao Ministério Público Eleitoral campanhas irregulares, através de fotos ou vídeos. Além de aplicativo, o Pardal também é uma interface web, que é disponibilizada nos sites dos Tribunais Regionais Eleitorais, para acompanhamento de notícias sobre irregularidades.

Todos esses aplicativos são essenciais para o cidadão que está comprometido com a Democracia do país. A Lei 12.527/2011, conhecida como Lei de Acesso à Informação, permite assegurar a qualquer pessoa o acesso a dados da administração pública, como mecanismo ligado à cidadania e livre exercício digno da soberania popular.

Os canais institucionais regulares se adaptaram aos novos meios de comunicação e estão ampliando um direito básico de acesso à informação. Neste sentido, a importância da participação do povo no processo eleitoral torna a eleição segura e fortalece a Democracia.

 

Texto: Micael Morais e Clara Magalhães

Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE

Deixe um Comentário