Biblioteca Central da Unicap
Isso não é uma biblioteca é um lugar sem fronteiras

Programação Circense SIUCS 17′

Atrações circenses vão encantar os públicos infantil e adulto na 15ª Semana de Integração da Unicap

 

RODRIGO LIMA

Terça (24/10) às 14h – na tenda de Circo

Falar de Rodrigo Lima é falar de três coisas em uma só: mágica, ventriloquia e sorrisos. E vários sorrisos. Hoje, dividir a semana em uma agenda de shows e apresentações virou mais do que profissão. Virou amor. Rodrigo Lima faz toda a diferença quando sobe no palco. Passa afeto com sua turma mágica de bichinhos. Surpreende com o jeito espontâneo de conquistar crianças e adultos. E ainda encanta com os diversos números de mágica. É uma dedicação exclusiva de quem leva a diversão a sério. E quem contrata o seu show, não esquece as boas lembranças, sejam em fotos, vídeos ou histórias contadas pelas próprias crianças. Vale a pena conhecer Rodrigo. São mais de 10 anos de mágica por amor e profissão. E milhares de gargalhadas para grandes e pequenos.

 

CLEISSON BARROS

Terça e quinta (24 e 26/10) às 15h30, ao lado da tenda de circo

Cleisson Barros iniciou a vida artística com a dança aos 15 anos de idade com dança. Mas foi em meados de 2009, enquanto integrante do núcleo de formação em dança experimental de Mônica Lira, que ele travou contato com o circo. O seu grupo realizava ensaios no circo da Trindade, em meio às performances de trapézio, tecido, acrobacias e palhaçaria.  Hoje Cleisson responde pela Cia Sete&Oito, junto com a colega Carlla do Amaral. O projeto da dupla envolve aulas de tecido, trapézio e lira, além de abrir espaço para artistas que estejam fora do circuito das artes, para apresentações a preços populares.

 

PEDRO PERNAMBUCO E CARMEN QUEIROZ

Terça e quinta (24 e 26/10) às 16h, na tenda de circo

Pedro Pernambuco e Carmen Queiroz, são pesquisadores, bailarinos, animadores sócio cultural, coreógrafos e professores de Dança Brasílica, têm sua linguagem artística baseada na cultura popular brasileira, suas brincadeiras e folguedos.

 

 

 

 

RAPHA SANTACRUZ

Terça e quinta (24 e 26/10) às 16h 30, na tenda de circo  

Raphael Henrique Santa Cruz Teixeira é natural de Caruaru, e faz parte da nova geração de ilusionistas pernambucanos, com carreira iniciada no início dos anos 2000. Seu primeiro contato com a mágica foi aos 7 anos, durante uma apresentação na escola. O tempo passou e Raphael viu sua fome de mágica crescer. Seu currículo inclui participações em festivais como Janeiro de Grandes Espetáculos; o Congresso Buenos Aires Tiene Magia, na Argentina; a Virada Cultural de São Paulo; e o Circo Alegrai-vos, da comunidade Obra de Maria.

 

BÓRIS TRINDADE (BORICA) e CIA BRINCANTES DE CIRCO

Sexta (27/10) às 10h, na tenda de circo

A  origem de Borica tem raízes na ginástica olímpica, praticada por Boris Trindade Jr., dos 10 aos 22 anos. Em  1986 foi a São Paulo, e lá ficou até 1990, onde pôde aprender com a Escola Picadeiro de Circo, para em seguida bater à porta da Escola Nacional de Circo, no Rio de Janeiro, onde ficou de 1996 a 1999. Nesse ínterim, conheceu o cenário francês na Escola de Circo de Voiron e o cenário argentino, em várias visitas. Além de trapézio de voos, petit volant e palhaçaria, Boris trouxe na bagagem para o Recife a vontade de praticar o circo social, que consiste em trabalhar a formação cidadã dos jovens com a ajuda da arte circense. É um dos fundadores da Escola Pernambucana de Circo e atualmente responde pela Cia. Brincantes e o Pirueta Circo Social, que continua a lapidar novos talentos e promover a inserção social de várias comunidades da capital pernambucana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *