Unicap promove segundo seminário de Direito Médico e da Saúde

Em parceria com o Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM), a Unicap promoveu o segundo seminário de Direito Médico e da Saúde com objetivo de discutir princípios éticos, bioéticos e jurídicos, trazendo operadores das diversas áreas do Direito, como advogados, promotores de justiça e profissionais atuantes nas discussões sobre o tema central do evento, além de profissionais de medicina.

O professor do curso de Direito Vinícius de Medeiros Calado, também organizador do evento, destacou a abrangência das discussões presentes no seminário:

“Há uma intersecção muito forte com outras áreas também, seja do ponto de vista das responsabilidades civis ou do ponto de vista moral e ético, como por exemplo a questão da clonagem de seres humanos, o limite dos transplantes e até dos medicamentos que devem ser fornecidos”.

A presidente do IBDFAM, Maria Rita de Holanda, também destacou a importância desses temas para a sociedade: “Do primeiro evento para hoje viemos amadurecendo muitas propostas de lei a respeito desses temas, já que não temos leis no Brasil sobre várias atuações dos centros de reprodução humana, por exemplo. Nesse sentido, o IBDFAM tem todo o interesse nessa segunda edição porque a gente participa trazendo também essas preocupações em torno da família”.

“Esse seminário de Direito Médico compreende uma importante análise de uma vertente do Direito Civil, incluindo obrigações e responsabilidades civis. É de extrema importância para o aluno aprender a verticalizar um pouco mais o conhecimento, saindo da parte geral e conseguindo passar para uma área da atuação da economia”, comentou Antônio Mota, um dos organizadores do seminário.

 

 

 

 

 

O seminário contou com palestras e painéis no período da manhã, das 9h às 12h, e aconteceu no Auditório G2 (Pe. Antônio Vieira).

print

Compartilhe:

Deixe um comentário