Trabalhos de alunos do curso de Administração de Empresas aprovados em um dos maiores congressos brasileiros da área

Alunos do curso de Administração da Unicap tiveram trabalhos aprovados em um dos maiores congressos da área. O Administrar 2018 será realizado entre os próximos dias 9 e 10 de novembro, em Fortaleza. O evento promovido pelo Grupo Administrar Educação Corporativa busca estabelecer uma troca de conhecimento entre representantes de organizações e estudantes. A Católica teve quatro trabalhos aprovados nas áreas temáticas de Responsabilidade Social e Meio Ambiente, Gestão Estratégica, Inovação e Finanças.

O coordenador do curso, Prof. Dr. Charles Andrade, atuou na orientação dos trabalhos. Ele explica que as atividades fazem parte de um projeto que envolve várias disciplinas da grade curricular que aliam teoria e prática. “São estudos de caso nos quais os alunos se submetem a pegar uma empresa dentro do Estado de Pernambuco e estudar os Sistemas de Informação, que é uma disciplina do 6º período, e logo em seguida essa empresa é reaproveitada no 7º período com a disciplina de Processos Administrativo I e no 8º período ela é finalizada com a disciplina de Processos Administrativos II, ou seja, durante um ano e meio, em três disciplinas que eu leciono os alunos fazem um estudo de caso para identificar o processo administrativo da organização: planejamento, controle, liderança e como a organização deve estar estruturada. Dentro deste trabalho, são vistos também alguns problemas que a empresa enfrenta e os alunos levantam determinados tipos de ferramentas para soluciona-los”.

Um dos trabalhos tem como título Análises dos Processos Administrativos da Empresa Logus Tech: estudo de caso na Região Metropolitana do Recife. Os alunos analisaram in loco todo o ciclo administrativo da organização que envolve direção, controle, planejamento empresarial e organização. “Foi uma experiência muito boa pra gente porque vimos a aplicabilidade do conceito de análise organizacional dentro de uma empresa real. Foi muito importante vivenciar as diretrizes do curso de Administração. Uma experiência que vai ficar marcada em nossas vidas”, explicou Rhitta de Cássia Galdina Gonzaga.

O grupo comemorou bastante a aprovação do trabalho no congresso. “Foi uma conquista grande por ver que a gente conseguiu aderir os conceitos passados pra gente durante os quatro anos do curso de Administração”, complementou Rhitta. A equipe também é formada por Vitória Carmina Ribeiro Viana, Ana Patrícia Cunha Mendonça de Oliveira, Bruna Ribeiro Lapa e José Luiz da Silva.

Os sentimentos de realização e conquista também fazem parte da equipe que desenvolveu o trabalho A Importância das Iniciativas do Comércio Justo para a Sociedade. A pesquisa observou os processos administrativos da Bio Far Trade, organização que alia economia criativa, inovação, sustentabilidade e comércio justo no segmento de artesanato.

“O mais interessante foi o fato de que a empresa está inserida nesse meio de ética e responsabilidade social. A Bio preocupa-se em garantir uma forma de vida digna e sustentável aos artesãos aqui no Brasil, garantindo que eles tenham boas condições de trabalho e consigam sobreviver através do seu esforço. Nós levamos em consideração vários aspectos como a forma que a empresa presta este serviço de ajudar os artesãos no país, o ambiente de trabalho e as ferramentas providas a esses trabalhadores, a questão de venda e exportação dos produtos manufaturados, entre outros”, explicou Filipe Moneta que faz parte da equipe junto com Bruna Rafaela de Araújo Negromonte Melo, Carolina Brito Bussab, Eduardo Amaral Cavalcanti Bechara, Filipe Moneta de Albuquerque, Maisky Modesto Moreira, Raquel Clemente Alves de Souza e Rodrigo Amaral Cavalcanti Bechara.

Já na área temática Inovação, o trabalho aprovado foi Estudo de caso em start up pioneira em anúncios geolocalizados . O grupo é formando por Henrique Lopes Pereira da Silva, Marisa Almeida de Mello, Maria Eduarda da Silva Cintra, Pétala Patrícia Vieira Sobrinho dos Santos, Thais Cecília Costa Romão, Danielle Riva da Silva Penha e Emanuelly Felix de Andrade.

“Essas empresas tem como objetivo impactar as pessoas que estão próximas geograficamente do negócio do contratante ou na região que o mesmo queira atingir. A gente tentou avaliar a importância desses anúncios por meio de pesquisa e concluímos que as pessoas ainda não têm muito conhecimento. Uma pesquisa com cerca de 130 pessoas e chegamos a conclusão de que é um serviço escasso, porém muito lucrativo para as empresas”, explicou Henrique.

A outra pesquisa chamada A Contribuição do Endomarketing no Comprometimento Organizacional dos Colaboradores das Empresas. O grupo é formado por Bruna Gomes Gambarra, Larissa Guerra Omena e Maria Eduarda Silva. “Eu trabalho na empresa da minha mãe e vejo de perto a importância do endomarketing no funcionamento de uma organização. A partir da análise e percepção de um todo, a equipe aprofundou teoricamente e buscamos entender como aplicar da melhor forma na empresa”, comentou Bruna.

“Essas conquistas foram fantásticas para o curso de Administração diante da crescente que o curso vem registrando. É a possibilidade de você trabalhar com alunos a iniciação científica , fazer com que eles consigam produzir trabalhos científicos e apresenta-los em um dos maiores congressos do Brasil. Isso conta pontos no currículos deles. Com isso o aluno ganha mercado, competitividade e crescimento profissional, aliando teoria e prática em sala de aula e fora dela”, analisou o professor Charles.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário