Seminário do Grupo de Trabalho, Educação e Relações Raciais é realizado no auditório Luiz Gonzaga

No dia 17 de outubro (quarta-feira) o Seminário do Grupo de Trabalho, Educação e Relações Raciais (GTERÊ) realizou duas palestras âncoras com a ativista e escritora Inaldete Pinheiro e com a Profª. Dra. Rebeca Oliveira Duarte. As palestras discutiram acerca da temática “Educação Libertadora como Instrumento de Combate ao Fascismo”. Na segunda parte, a apresentação de Experiências Exitosas na Rede Municipal de Educação explorou a temática da Educação das Relações Étnico-raciais e o combate ao Racismo Institucional. O Seminário celebra os 15 anos da Lei 10.639/03, que dispõe sobre a obrigatoriedade em todo Sistema de Ensino da história de África e dos afro-brasileiros, e da lei 11.645/08,que dispõe do mesmo conteúdo em relação aos Povos Indígenas no Brasil.

“O que mais me impressionou foi perceber que mesmo com as tremendas dificuldades enfrentadas no dia a dia pela ausência das políticas públicas em educação organizadas sistematicamente,muitos educadores e educadoras usam da criatividade e iniciativas para contornar essas situações… Os professores e professoras salvam o Sistema Educacional Brasileiro…”, comentou o Padre Clóvis Cabral, ativista do Movimento Negro e coordenador do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígena (NEABI/UNICAP)

O seminário aconteceu no auditório Luiz Gonzaga – EFER Professor Paulo Freire, das 8h ás 12h, e das 13h às 13:30 às 17:30.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.