Professora Fernanda Rosenblatt participa de reunião de especialistas na Tailândia a convite da ONU

A professora Fernanda Fonseca Rosenblatt, do Centro de Ciências Jurídicas da Católica, esteve em Bangkok, onde participou de uma “Expert Group Meeting” (reunião de especialistas) para revisão do novo manual da ONU sobre justiça restaurativa, organizada e financiada pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) em parceria com o Instituto Tailandês de Justiça.

O primeiro manual sobre justiça restaurativa foi publicado pela ONU em 2006 e, em reunião de especialistas realizada em 2017, no Canadá, para a qual a professora Fernanda também foi convidada (mas não pôde comparecer em virtude de gravidez em estágio avançado), foi decidido que o movimento restaurativo mundial desenvolveu e mudou muito nessa última década, havendo, pois, a necessidade de se atualizar o manual. Aceitando a recomendação dos especialistas naquela ocasião, a UNODC, com apoio dos Estados Canadense e Tailandês, procedeu à atualização do referido manual, o qual, na semana passada, foi submetido à revisão, correção e aprovação de um grupo de cerca de 30 especialistas no assunto, provenientes de todos os continentes do globo.

A professora era uma dos três latino-americanos presentes, tendo a reunião contado com especialistas representantes de países como Geórgia, Iran, Nigéria, Nepal, Holanda, Itália, Tailândia, Canada, Austrália, Nova Zelândia, Inglaterra, Paquistão, Irlanda, dentre outros.

Segundo a professora Fernanda, “as discussões foram riquíssimas. Revisamos seção por seção do manual, numa atmosfera de reunião bastante restaurativa, na medida em que todos tinham voz e suas opiniões eram anotadas. Para cada capítulo do manual, existia um(a) facilitador(a). Eu fui uma das 10 especialistas escolhidas, dentre os 30 e poucos presentes, para facilitar a reunião sobre o capítulo 8 do manual, focado no monitoramento e avaliação de programas, bem como nos métodos de pesquisas mais adequados à área. A previsão de publicação é até o final do ano. O manual será disponibilizado online, no site da UNODC, gratuitamente.”

Estavam presentes à reunião alguns colegas já parceiros da professora Fernanda, o que permitiu a realização de outras reuniões paralelas. Por exemplo, a professora Fernanda é Book Review Editor (editora chefe da seção de resenhas) da revista The International Journal of Restorative Justice e, por ocasião da sua estada em Bangkok, pôde discutir os trabalhos da revista com os seus assessores para livros publicados no continente africano e no mundo anglófono, respectivamente, os profs. Don John Omale (da Nigéria) e Ian Marder (da Irlanda). Também pôde, juntamente com os profs. Daniela Bolívar (do Chile) e Daniel Achutti (do Brasil), trocar experiências com representantes do Fórum Europeu de Justiça Restaurativa sobre alguns projetos em curso na América Latina.

 

Foto oficial do grupo de especialistas presentes à reunião da UNODC, realizada em Bangkok, nos últimos dias 17 a 19 de junho, para atualização do Manual da ONU sobre Justiça Restaurativa.

 

A profa. Fernanda Fonseca Rosenblatt (CCJ/UNICAP) foi uma das 10 facilitadoras escolhidas para presidir uma das reuniões.

 

A Profª Fernanda foi escolhida para presidir a reunião sobre o oitavo capítulo do novo manual que versa sobre pesquisas em justiça restaurativa. A escolha foi motivada pela sua experiência com pesquisas empíricas na área, desenvolvidas por ocasião do seu doutorado, na Universidade de Oxford, e em andamento com o Grupo Asa Branca de Criminologia, da UNICAP.

 

Presentes à reunião também estavam os professores Don John Omale (Nigéria) e Ian Marder (Irlanda), os quais assessoram a Profª Fernanda na em sua função de editora-chefe da seção de resenhas (Book Review Editor) da revista “The International Journal of Restorative Justice”, especificamente para detectar o lançamento de novas obras sobre justiça restaurativa nos países africanos e anglofônicos.

 

Juntamente com seus colegas da América Latina, os profs. Daniel Achutti (Brasil) e Daniela Bolívar (Chile), a profa. Fernanda também se reuniu com os representantes do Fórum Europeu de Justiça Restaurativa, inclusive com o seu presidente o prof. Tim Chapman (Irlanda do Norte), para discutir alguns projetos em andamento na América Latina. Sobre o tema, a professora promete boas novidades em breve.
print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.