Professora da Unifor discute sobre novas formações de programas jornalísticos no 13º ENPJ

Na tarde desta quinta-feira (22) o 13º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo (ENPJ) recebeu, no anfiteatro do bloco G4, a professora do curso de Comunicação Social da Universidade de Fortaleza (Unifor), Valquíria Passos Kneipp, que abordou sobre o planejamento do projeto experimental em telejornalismo e como novos projetos criativos ganham espaços e visibilidade nos meios de comunicação.

A professora trouxe para o encontro um projeto de um programa jornalístico chamado “Arretadas”. Segundo a professora, os alunos queriam escolher algo tipicamente nordestino para batizar a produção, e como é voltado para o público feminino, com um pouco de irreverência, o nome ficou bem colocado.

Tudo no programa é diferenciado das formas já pré-existentes. Para começar, o cenário é um apartamento com o fundo voltado da varanda dando frente para uma praia do litoral cearense, bem longe dos estúdios e dos grandes refletores.

Na produção, 13 alunos acompanhados de seis técnicos supervisionados pela professora fazem um programa de debates, onde vão para as ruas, escutam a opinião da população e discutem sobre os problemas mais comuns dentro da sociedade com uma dose de humor.

O programa é veiculado no canal da universidade e tem grande aprovação popular. Segundo Valquíria, o objetivo é criar um novo espaço de debates, mas não imitando produtos já utilizados na televisão. “ O foco é formar um lugar para o público feminino discutir, opinar e interpretar questões rotineiras com um toque irreverência, sempre acompanhadas de um mediador, inovando na produção e esquematização do trabalho, até agora isso tem dado muito certo”, afirmou a professora sobre o trabalho dos estudantes de jornalismo da Unifor.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.