Professor da Unicap visita hub criativo no Chile

Na manhã de 15 de dezembro de 2019, o Prof. Dr. Alexandre Figueiroa, representando o Mestrado Profissional em Indústrias Criativas, visitou o hub de empreendimentos criativos Planeas, em Santiago, capital do Chile. Na ocasião, ele pode conhecer a iniciativa que busca criar uma rede latino-americana de empreendedores, empreendimentos, iniciativas, mentores, artistas e demais profissionais da área.

O Planeas desenvolve cursos de modo a despertar a sensibilidade para que empreendedores criativos possam ganhar sustentabilidade no desenvolvimento de suas iniciativas. “Nosso principal objetivo é gerar sustentabilidade em empreendimentos criativos, deslocando o foco do produto para o talento. É possível criar uma série de produtos em torno do talento desenvolvido pelo criativo, agregando experiência às possibilidades de consumo”, disse Alex Paredes, CEO do Planeas. Hoje, segundo ele, a partir de dados coletados em pesquisa junto às nações latino-americanas, 17 milhões de jovens da área de criatividade chegam ao mercado, originários de diversos cursos de graduação, tais como: design, moda, jornalismo, publicidade, jogos digitais e afins.

Paredes desenvolveu uma metodologia para a modelagem de ideias e iniciativas criativas, intitulada Estratégia Radial. “Quando deixamos de pensar em apenas um produto, nós criamos a possibilidade de oferecer experiências de consumo. Na área da música, por exemplo, o artista criativo pode empreender não só elaborando um disco e disponibilizando em plataformas de streaming, mas ganhando sustentabilidade por meio de concertos, shows exclusivos, interpretações indoors, entre outros”, disse Paredes. Ele desenvolve pesquisas em diversos países onde traça uma radiografia dos empreendimentos criativos desenvolvidos, tendo catálogos publicados no Chile, no México e na Colômbia.

Além de apoiar a sustentabilidade de profissionais de criatividade, o Planeas desenvolve cursos em diversas áreas e de acordo com a demanda local. “Trabalhamos a ideia de território. Cada região e área tem a criatividade muito ligada ao território e às experiências locais de uma cidade, região ou povoado. Estar ligado ao território garante aderência no desenvolvimento de empreendimentos e a sustentabilidade necessária. O foco não é o produto, mas o talento”, reforçou.

No encontro, foi reforçado o contato já estabelecido entre o Planeas e a Universidade Católica de Pernambuco, com vistas a trazer para o Recife, um workshop da metodologia desenvolvida por Paredes, cujo conteúdo estará no livro Diversificar – modelo de monetización para creadores, a ser lançado em março de 2020. “No campo do empreendedorismo cultural, não há dúvidas de que este método poderá ser uma ferramenta de muita utilidade”, disse o professor Figueirôa.

CAPACITAÇÃO – A jornalista pernambucana, Elayne Bione, trabalha junto com Alex Paredes no desenvolvimento de conteúdos e cursos dedicados aos profissionais de criatividade. “O jovem criativo sai da universidade preparado para uma profissão específica, mas não está pronto, ainda, para, por exemplo, gerar novas formas de gerar renda por meio do seu talento, elaborando e construindo ações e empreendimentos criativos”, disse ela.

O Planeas, ao lado de outras iniciativas, está organizando um evento internacional, a ser realizado em setembro de 2020, quando irá reunir representantes de diversos empreendimentos criativos de toda a América Latina na região de Los Lagos, na Patagônia. “Vamos reunir diversos representantes e mentores e queremos construir um aplicativo em que criativos possam buscar mentoria e orientação na modelagem de seus empreendimentos criativos”, encerrou Alex Paredes.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.