Ponto de Vista discute violência contra crianças e adolescentes

Com informações da Assessoria de  Comunicação da Fundação Apolônio Salles de Desenvolvimento Educacional

Neste sábado 19 de março, ao meio-dia, o Jornalista Carlos Gambôa recebe em seu programa Ponto de Vista, o professor Humberto Miranda, coordenador da Escola de Conselhos de Pernambuco, projeto de Formação Continuada de Conselheiros Tutelares e Conselheiros dos Direitos, realizado pela Fadurpe em parceria com o CEDCA.

No programa, o apresentador, o delegado da GPCA Paulista, Jorge Ferreira, e o professor Humberto debatem temáticas sobre os problemas envolvendo a infância e adolescência, sobretudo a violência doméstica. Serão discutidos os principais problemas, e possíveis soluções, inclusive o trabalho da Fundação, que apontado como alternativa. “Formando os grupos que trabalham com essa área envolvendo a infância, nós contribuímos tornando-os protetores da infância, conscientes de seus deveres como cidadãos”, apontou Humberto.

O programa “Ponto de Vista”, apresentado pelo jornalista Carlos Gambôa, é exibido todos os sábados ao meio-dia, na TV Tribuna/Rede Record, Canal 4 VHF.
Saiba mais sobre a Escola de Conselhos de Pernambuco:A Escola de Conselhos está capacitando desde 2008, os Conselheiros Tutelares, Conselheiros dos Direitos, e todos os profissionais que trabalham dentro do sistema de garantia dos direitos da criança e do adolescente (policiais civis, delegados, etc). Desde a sua implantação, mais de 1.200 Operadores do Estatuto da Criança e do adolescente, já participaram de ações pedagógicas desenvolvidas pela Fundação, voltadas para os mais diferentes temas como, drogas, família, violência e educação. Todas essas ações visam atender os 184 municípios de Pernambuco e o Distrito de Fernando de Noronha.

Nesse sentido, a Fadurpe pretende consolidar ainda mais a Escola de Conselhos de Pernambuco, acreditando que é possível fortalecer o diálogo entre a formação e a pesquisa na área da infância, e que as ações estejam efetivamente a serviço dos profissionais que atuam na rede de proteção, através da relação entre ensino e aprendizagem. A ideia é evitar casos de violência cometidas por policiais e conselheiros contra menores infratores ou não, lembrando sempre a questão dos Direitos Humanos como centro de todas as discussões.
Coordenando o projeto, Humberto Miranda, professor da UFRPE, pesquisador da área da infância e doutorando em História pela UFPE,  cujo tema da sua tese é “História da Assistência à infância no Período Militar”.

Em consenso com a realidade, o professor Humberto Miranda se aprofunda cada vez mais no tema Infância e Adolescência, atuando ativamente em defesa da formação de uma sociedade mais justa e consciente de seus direitos e deveres. 

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.