Mestrado em Indústrias Criativas promove seminário sobre mercados, cultura e inovação

Os conceitos de economia criativa e suas aplicações foram o tema de abertura do seminário promovido pelo Mestrado Profissional em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco em parceria com o Porto Digital. O evento tem como público, além de alunos do mestrado, profissionais das mais diversas áreas como jornalistas, arquitetos, administradores, bacharéis em direito, publicitários e profissionais do audiovisual. Gente interessada em aprofundar os conhecimentos teóricos e práticos.

O seminário está organizado em cinco encontros (sempre às segundas-feiras, das 19h às 22h) e será ministrado pela responsável pelo núcleo  Articulação Institucional e Projetos em Economia Criativa do Porto Digital, Simone Jubert. Ela é mestra em Estéticas e Culturas da Imagem e do Som pela Universidade Federal de Pernambuco.

O primeiro encontro, que aconteceu hoje no anfiteatro do bloco G4, abordou os conceitos e aplicações da Economia Criativa e teve como conteúdo programático a “adequação de conceituação para propostas diferenciadas em Economia Criativa. Posicionamento e estratégia institucional e de mercado”.

Simone é ex-aluna de Jornalismo da Unicap. Durante a sua explanação, ela destacou a importância da teoria para quem lida em algum segmento da Economia Criativa. “Inovação não é necessariamente uma nova tecnologia e sim mudança de paradigma. Você tem que ter a capacidade de ligar pontos que não são óbvios e a teoria vai te dar esse contexto”.

Entre a bibliografia adotada por Jubert para o seminário está O Mercado de Bens Simbólicos, de autoria de Pierre Bourdieu. A partir desse texto, ela vai tratar de cenários e mercados de economia criativa, ideia de campo, agentes, capital simbólico, instrumentos de produção e legitimação.

“Na área de economia criativa, o grande ativo da gente é conseguir ouvir as histórias das pessoas, entender os que elas fazem e como é que a gente pode potencializar o que as pessoas têm de melhor para entregar. Se você entende o que a pessoa faz e como ela atua, ela pode ter um ativo que outra pessoa está precisando só daquilo para disparar”.

O programa completo do seminário abordará também os processos criativos, suas relações com as organizações, inovação, teorias e paradigmas da cultura, além de apresentar estudos de caso das Plataformas de Economia Criativa do Porto Digital. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 2119-4015 ou no Facebook do Mestrado em Indústrias Criativas da Católica.

print
Compartilhe:

Deixe um comentário