Livro em homenagem ao professor Massimo Pavarini será lançado dia 17 na Unicap

O Grupo de Pesquisa Casa Comum do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ) da Universidade Católica de Pernambuco vai lançar, no dia 17 de outubro, às 17h15, no Anfiteatro do 3º andar do bloco G4, o livro “Cárcere sem Fábrica – escritos em homenagem a Massimo Pavarini”. A obra agrupa textos, de muitos autores, em homenagem ao professor italiano Massimo Pavarini e foi organizada por André Glamberdino, Rodrigo Duque Estrada Roig e Salo de Carvalho.

A professora do curso de Direito da Católica, Karina Nogueira Vasconcelos, é uma das autoras que tem texto publicado no livro. O capítulo, escrito em parceria com Natália Vilar Pinto Ribeiro, tem como título “Ambiguidade do modelo correcional na modernidade: por uma penologia revisionista” e começa na página 169 da obra.

O lançamento do livro, que é aberto ao público, terá palestras e debates, contará com a participação especial do professor Emílio Santoro (Unifi) – Università degli Studi di Firenze (Itália), além da participação dos palestrantes Mariana Weigert (IBMR), Salo de Carvalho (UFRJ/Unilasalle), Raffaella Pallamolla (Unilasalle), Daniel Achutti (Unilasalle), Karina Vasconcelos (Unicap) e Natália Ribeiro (PNUD/CNJ). Os debatedores da noite serão Alex Silva de Jesus (UFPE) e Ronaldo Sales Jr. (UFCG). A presidência da mesa será do Coordenador do curso de Direito da Unicap, professor Stéfano Gonçalves Régis Toscano.

Carcere sem fábrica – Escritos em homenagem a Massimo Pavarini

Massimo Pavarini foi um professor apaixonado e apaixonante que, nos últimos anos, acolheu com entusiasmo inúmeros pesquisadores brasileiros e latino-americanos na Itália. Em nosso continente, proferiu inúmeros cursos de formação, conferências e publicou trabalhos, alguns inclusive inéditos em língua italiana, desenvolvendo, assim como Baratta, uma forte relação acadêmica com docentes e discentes.

A coletânea em sua homenagem reúne dezessete textos de diversos pesquisadores brasileiros que tiveram sua trajetória marcada pela proximidade e influência do grande professor de Bologna. Nas palavras do próprio mestre Pavarini: “A terceira fase desta história ‘ideal’, no sentido weberiano, é aquela do presente. Esta é marcada pela passagem da retórica e da praxis do wel-fare para aquelas cruel, mas realisticamente definidas de prison-fare.

O crescimento da ‘multidão’ dos excluídos – tanto do mercado de trabalho garantido, quanto do banquete assistencial oferecido por um sempre mais pobre capital social – torna, politicamente, sempre mais irrealista o projeto de uma ordem social através da inclusão. É a época do declínio miserável da ideologia reeducativa e da emergência e consequente triunfo das políticas de controle social que se fundam sobre a crença nas praxis de neutralização seletiva, inteiramente coerentes com a linguagem da guerra ao inimigo interno. Portanto: ‘Cárcere sem Fábrica?’; ‘Cárcere sem Sociedade?’. Por aquele pouco ou muito que as metáforas possam ajudar a entender, direi que sim.”

Ficha técnica

Código de barras: 9788571066304
Dimensões: 2.00cm x 16.00cm x 23.00cm
Marca: RevanI
SBN13: 9788571066304
Número de páginas: 300
Peso: 420 gramas
Ano de publicação: 2019

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.