Irmã Rozário é homenageada em exposição fotográfica promovida pela da Secretaria da Mulher do Recife

A Irmã Rozário, do Instituto Humanitas da Unicap, está entre as 16 mulheres homenageadas na exposição fotográfica: “Até que todas sejamos livres”, realizada pela Secretaria da Mulher do Recife. A homenagem  tem como objetivo comemorar o trabalho diário das militantes envolvidas no combate à violência de gênero. Estiveram presentes no ato de inauguração da exposição, o Pró-reitor  Comunitário da Unicap, Pe Lúcio e a Pró-reitora de Pesquisa e Pós Graduação da Unicap, professora Valdenice Raimundo.

Nascida no Quilombo dos Palmares, em Alagoas, Irmã Rozário, desde cedo, estranhou o modo como lhe contavam as histórias do seu povo.  A religiosa participou do combate à ditadura militar, lutou com os trabalhadores rurais por direitos e elaborou  centenas de cursos voltados para despertar o lado humano das pessoas. Irmã Rozário tem se destacado como organizadora e articuladora  da Semana da  Mulher, promovida pelo Instituto Humanitas da Universidade Católica de Pernambuco.

“Realizar essa exposição é muito importante para nós. Aqui homenageamos 16 mulheres com histórias de luta e muita dedicação em prol de uma causa tão nobre. Irmã Rozário está aqui junto com essa outras 15 mulheres. E para nós é motivo de honra poder homenageá-la pois, ela é uma dessa mulheres que dedicam as suas vidas aos direitos humanos, a paz e a um mundo melhor”, disse Cida Pedrosa, secretária da Secretaria da Mulher do Recife.

A amostra foi inaugurada nesta terça-feira (26), às 16h, na praça do Arsenal, no bairro do  Recife, e segue até o dia 10 de dezembro. Fotos e relatos de 16 mulheres que lutam cotidianamente pela igualdade social, na luta contra violências de gênero, compõem a exposição fotográfica “Até que todas sejamos livres” é motivada pelo  campanha:”16 dias de Ativismo”.

16 DIAS DE ATIVISMO – O movimento internacional tem início no dia 25 de novembro e segue até o dia 10 de dezembro. Existe desde 1991, por iniciativa do Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership – CWGL), e conta com a participação de mais de 150 países. A campanha tornou-se uma das mais importantes estratégias de mobilização e sensibilização da sociedade para igualdade de gênero e o fim da violência contra a mulher.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.