Grupos de pesquisa debatem projetos de extensão no 13º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo

Professores de jornalismo de estados do Nordeste, Sul e Sudeste que desenvolvem projetos de extensão apresentaram seus trabalhos na tarde desta quinta-feira (22) dentro das atividades do 13º Encontro Nacional de Professores de Jornalismo. Os projetos estavam inseridos no grupo de pesquisa sobre atividades de extensão, nas quais professores e  estudantes saem dos limites físicos das instituições de ensino e realizam ações em contato com a sociedade. O grupo foi mediado pela professora Sandra de Deus, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O professor Ricardo Andrade, da Faculdade Joaquim Nabuco (PE), iniciou as apresentações. Ele orientou um grupo de estudantes de jornalismo e publicidade que desenvolveu uma agenda cultural do Pátio de São Pedro. O professor observa que, após a divulgação do guia, a Prefeitura da Cidade do Recife publicou uma agenda própria para o Pátio, o que não existia antes. O trabalho está disponível também no site http://agendaculturalpatiodesaopedro.blogspot.com

Na sequência, a jornalista e pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (RJ) Liseane Morosini apresentou o projeto “A representação social da velhice em comunidades do Orkut”. Ela fez uma análise do que se costuma chamar de velhice e estudou perfis da rede social. Uma das comunidades avaliadas era “Jovens Idosos”, com depoimentos de adolescentes que se diferenciam de seus amigos por preferirem jogar xadrez a frequentar festas ou ouvir música clássica a funk, por exemplo.

Nelson Chinalia, professor da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (SP), mostrou o trabalho “Oficinas de fotografia- comunidades em foco”, uma parceria com o Comitê de Democratização da Informática (CDI). Chinalia ministrou oficinas de fotografia em comunidades carentes de Campinas, que expuseram as fotos em livro. “O jovem poder operar minimamente uma câmera, descarregar no computador e mandar para uma autoridade é uma experiência gratificante e muda a imagem que a gente faz dessas comunidades”, disse o professor.

Um suplemento de jornal impresso produzido por estudantes é a proposta do trabalho “Focas Q?- Jornalismo entre a academia e o mercado”, do professor Demétrio Soster, da Universidade de Santa Cruz do Sul (RS). Os alunos passavam cinco semanas na redação do jornal Gazeta do Sul, onde escreviam, editavam e diagramavam um caderno de oito páginas dedicado ao público jovem.

Fala Comunidade na TV Unifra foi um conjunto de dez programas organizados pela professora Carla Torres, da Unifra, localizada em Santa Maria (RS). O trabalho reuniu desde alunos do segundo período de curso até concluintes. A professora ressaltou a necessidade de ouvir as pessoas para execução do projeto dizendo que em dez programas cerca de 350 fontes foram entrevistadas.

A socióloga e jornalista Tereza Leonel, da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), trouxe a experiência do programa de rádio Eufonia. Com duração de uma hora, o programa semanal é produzido por estudantes a partir do quarto período e traz informações como agenda cultural e curiosidades. Ganhou prêmio Destaque Imprensa na categoria Revelação, do Sindicato de Jornalistas da Bahia.

Tomás Eon, professor da Faculdade Internacional de Curitiba (PR) apresentou “Assessoria de imprensa de instituições sem fins lucrativos”, trabalho desenvolvido por estudantes de jornalismo do sétimo período, que escolhem uma entidade para fazer trabalho de assessoria. Ele falou da experiência de um grupo que auxiliou uma ONG de apoio a diabéticos. Segundo Eon, “o jornalismo tem que ser transformador”, daí a escolha por associações sem fins lucrativos.

O último trabalho da tarde foi Jornalismo: Cidadão-repórter-cidadania, de autoria do professor da Universidade Federal de Pernambuco Alfredo Vizeu, e apresentado pela jornalista Águeda Cabral. Ela relatou a experiência do fórum Cidadão Repórter, promovido pelo Diario de Pernambuco e que permite ao público enviar comentários e sugerir pautas, algumas das quais geram matérias para o jornal.

Mais informações em http://www.unicap.br/encontro_prof_jor/apresentacao.html

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.