Ética médica é o tema da Redação do último dia do Vestibular 2019

O tema da Redação do último dia do Vestibular Unicap 2019 foi ética médica. O enunciado da questão pedia ao candidato que opinasse sobre um dilema enfrentado por um médico que perdia a filha de oito anos assassinada durante um assalto. Algum tempo depois o cirurgião se deparava com o criminoso no bloco cirúrgico e, apesar dos conflitos emocionais, o profissional prestou atendimento. A questão foi elaborada a partir de um texto fictício.

O tema foi dirigido aos 1.550 candidatos inscritos nos cursos ligados à área de Saúde, que na Católica são Medicina, Enfermagem, Ciências Biológicas, Psicologia, Fonoaudiologia e Fisioterapia. Do total, 193 faltaram o que corresponde a uma abstenção de 12,45%. Índice considerado dentro da média pela Comissão de Aplicação do Vestibular (Coave). Levando em conta a abstenção de ontem (15) e a de hoje (16), a média de abstenção do Vestibular 2019 foi de 9,7%. O total geral de inscritos foi de 3.160 disputando vagas em 34 cursos. O mais concorrido foi Medicina com 29 candidatos por vaga. Tanto as provas quanto os gabaritos serão divulgados hoje à tarde no site vestibular.unicap.br.

Portas Abertas – Enquanto os feras faziam as provas no bloco G, os pais e acompanhantes participavam de uma programação especial na Biblioteca. Além de café da manhã, foram oferecidas atividades de como pilates, avaliação metabólica, reabilitação labiríntica, triagem auditiva, roda de diálogo, além de informações sobre bolsas, financiamentos, matrícula, intercâmbio e chás medicinais. Tudo organizado por professores, alunos e funcionários da Unicap de forma voluntária.

Ivânia é ax-aluna de arquitetura

A ex-aluna do curso de Arquitetura e Urbanismo, Ivânia Tavares, veio de Vitória de Santo Antão acompanhar a irmã que tenta uma vaga em Medicina. Ela aproveitou para fazer uma avaliação auditiva. Uma cabine com equipamentos usada nas aulas foi montada na Biblioteca para realizar os atendimentos. “Achei ótimo porque ajuda a passar o tempo. Nós que não moramos no Recife acordamos muito cedo para chegar a tempo e é muito chato esperar sem fazer nada”, disse.

Quem também participou das atividades do projeto Jornada Portas Abertas foi a família do advogado Antônio Tadeu. Ele veio de Belo Jardim, Agreste do Estado, junto com a esposa Maria do Carmo e a filha Maria de Fernanda, de 11 anos, acompanhar o filho que é fera de Medicina. Esta é a segunda vez que a família participa da acolhida promovida pela Unicap. “Estivemos aqui no Vestibular de julho e espero que seja a última”, disse ele brincando por estar confiante na aprovação do filho. “Estar aqui interagindo, fazer avaliação de saúde enriquece muito nosso conhecimento. Vocês estão de parabéns pela receptividade e atenção dada a gente”, elogiou.

Antônio trouxe a família

Pouco antes das atividades, os acompanhantes foram recepcionados pelo MPB Unicap. O músico Percy Marques e a cantora Maria Luiza, aluna do curso de Publicidade e Propaganda, fizeram um show exclusivo para o momento. Na sequência, o Padre André Araújo e Karol Menezes, do Instituto Humanitas Unicap, conduziram o momento oracional interpretando cânticos religiosos, orações e passagens bíblicas. Tudo feito de forma interativa e com dinâmica de grupo. Mais tarde, eles realizaram uma edição especial do projeto Alumiar, momento ecumênico de diálogo inter-religioso inspirado na comunidade francesa de Taizé.

Houve também a apresentação dos gestores da Universidade. Coordenadores de curso, o diretor do Centro de Ciências Biológicas e Saúde, Pró-reitores e o Reitor, Padre Pedro Rubens, deram as boas-vindas ao público. “Os valores a gente constrói a partir das propostas e das pessoas que a gente encontra. Nós apostamos nesse encontro face-a-face na construção dos grandes valores da humanidade”, disse ele.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.