Escola de Educação e Humanidades realiza II Fórum das Licenciaturas da Unicap

A Escola de Educação e Humanidades, da Universidade Católica de Pernambuco, realizou na noite da última quinta-feira (31), no Auditório Pe. Antônio Vieira (G2) , 1º andar do bloco G, o II Fórum das Licenciaturas da Universidade Católica de Pernambuco.

A professora Shirley Cristina Lacerda Malta, gerente de políticas educacionais dos anos finais do ensino fundamental da Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco abriu as discussões do fórum debatendo o tema central desta edição  “A formação de professores à luz do Currículo de Pernambuco”..

Na segunda contribuição da noite, a professora Fábia Sorais Gomes Fragoso, técnica educacional de língua portuguesa, formação continuada de professores da Gerencia Regional de Educação (GRE) do Recife Norte ampliou ainda mais discussão com a pauta das principais mudanças e impactos metodológicos para a língua portuguesa a partir do currículo pernambucano de 2020.

Num terceiro momento foram apontados possíveis desafios e práticas do processo de construção do currículo de história, a fala da professora Maria Lucia, técnica educacional, formadora de história na gerencia de políticas educacionais do ensino fundamental dos anos finais pela Secretaria de Educação do Estado, ajudou aproveitamento do tem por parte dos alunos e professores de Licenciatura da Unicap e Representantes de Rede Municipal e Estadual de Ensino que estiveram presentes no evento.

Participaram do fórum o Pró-reitor de Graduação e Extensão da Unicap, Prof. Dr. Degislando de Nóbrega, o Diretor do Centro de Teologia e Ciências Humanos – CTCH, Prof. Dr. Danilo Vaz Curado, o Diretor do Unicap Digital, Prof. Dr. Carlos Jahn e Coordenadores das Licenciaturas da Universidade e professores e representantes das Redes Municipal e Estadual de Ensino. O evento teve ainda a colaboração da Coordenadora do Curso de Pedagogia e representante institucional do PIBID, a professora Maria do Carmo Sousa Motta que fez a mediação da mesa.

Segundo o professor Danilo Vaz Curado, a realização do II fórum reforça a importância de cumprir o cronograma pensado para o processo pedagógico das licenciatura.

“A partir do momento que a Universidade decidiu inovar nos cursos de educação e humanidades vimos que essa troca e experiências seria muito boa para o processo de aprendizagem. Então, a Escola de Humanidades pensou em criar um grande fórum das licenciaturas para pensar organicamente a formulação de políticas de atração e sinergia com a rede estadual e municipal e também a rede privada, explica o professor Danilo.

Para o coordenador do Curso de    Licenciatura em Química, o professor Raphael Nascimento a existência de uma estrutura pensada para formação de professores é essencial no processo de troca de conhecimentos mais eficaz.

“Acreditamos que dentro dessa estrutura que foi pensada se fundamente e fortalece ainda mais a perspectiva de um corpo docente cada vez mais qualificado para correspondes as necessidades dos nossos alunos, disse Raphael.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.