Escola de Educação e Humanidades da Unicap traz inovação na formação de professores

A Universidade Católica de Pernambuco celebra a Semana do Professor lançando a Escola de Educação e Humanidades. Instância articuladora, a Escola se concebe como um ecossistema que integra e promove formação profissional, debates teórico-metodológicos nos processos de produção de conhecimento. Trata-se de uma inovação pedagógica em vista da identidade institucional de conhecimento com impacto socioambiental.

O Reitor P. Pedro Rubens contextualiza o momento da UNICAP e a criação das Escolas. ”Nossa Universidade nasceu de uma demanda da sociedade, em 1943, reunindo o pioneirismo pernambucano com a tradição pedagógica jesuíta, sobretudo na educação e formação de professores. Nos anos 1950, tornou-se universidade, a primeira católica do Nordeste, ampliando os campos de formação. Chegou aos 75 anos, com o conceito máximo e, agora, atendendo às novas demandas, aposta na inovação e na reestruturação universitária. A partir das “Escolas” temos o desafio, de articular graduação e pós-graduação, mercado de trabalho e compromisso social, pesquisa e extensão. Nesse cenário, a Escola de Educação e Humanidades é matricial para a universidade do futuro e o futuro de nossa universidade”, enfatiza.

A primeira inovação da Escola é o projeto de formação de professores, com expansão do portfólio de licenciaturas na modalidade EaD. Os Projetos Pedagógicos das 10 licenciaturas plenas foram revitalizados com currículos por competências, para responder as macrotendências da educação, as demandas dos sistemas de ensino e da sociedade contemporânea.

Outra novidade é o portfólio de produtos na modalidade à distância, que além do polo sede, passam a ser ofertados em João Pessoa e Fortaleza. São 07 Segundas Licenciaturas EaD (Biologia, Matemática, Química, Filosofia, História, Letras Português e Pedagogia), 03 cursos de Formação de Professor EAD (Biologia, Química e Filosofia), 01 Bacharelado EaD (Teologia) e 01 Licenciatura Plana EaD (Ciências da Religião).

A estrutura curricular de todos os cursos de graduação traz uma formação integral, com desenvolvimento de competências, de novas práticas teóricos-metodológicos, maior sinergia entre as licenciaturas e entre a Escola de Educação e Humanidades e os sistemas de ensino, articulação teoria-prática envolvendo tecnologia, direitos de 4ª geração, questões socioambientais, empreendedorismo na educação, foco na aprendizagem e gestão da aprendizagem.

De acordo com o Pró-reitor de Graduação e Extensão da Unicap, Prof. Dr. Degislando Nóbrega, as mudanças são parte significativa do processo de efetivação das metas estabelecidas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Universidade. Ainda de acordo com ele, as ações, também, fazem eco efetivo à 5ª Jornada Unicap Comunitária, realizada em fevereiro deste ano, e que teve como tema Inovação com Impacto Socioambiental.

“Os conteúdos estão a serviço do desenvolvimento de competências para uma postura crítica e reflexiva em variadas situações e atuação no campo prático. Nós queremos desenvolver nos egressos as competências necessárias para lidar com as demandas e diversidade dos sistemas do ensino onde a tecnologia desempenha um papel bastante estruturante das relações, do conhecimento e do desenvolvimento da aprendizagem”.

Três licenciaturas do Centro de Ciências e Tecnologia – CCT (Física, Química e Matemática) e uma do Centro de Ciências Biológicas e Saúde – CCBS (Biologia) passam a integrar a Escola de Educação e Humanidades. O movimento visa maior identidade profissional e organicidade formativa, sem perder as especificidades de cada área. “As licenciaturas de física, química e matemática ganharão maior identidade ao fazer parte de um novo ecossistema que vai potencializar o ensino, a pesquisa e a extensão de cursos estratégicos para a nossa Universidade”, pontua a diretora do CCT, Profª Drª Andréa Câmara”.

“A licenciatura em Ciências Biológicas é a única do CCBS e quando ela parte para integrar a Escola acaba dando mais força ao curso porque ele vai trabalhar numa sinergia de formação para professores, de cursos para pós-graduação. A partir do momento em que o curso estará junto de outras licenciaturas ele já cresce agregado aos cursos de mestrados e doutorados, da área de Educação”, explica o diretor do CCBS, Prof. Dr. Luiz Vital.

Há 76 anos a UNICAP forma professores, tendo o Centro de Teologia e Ciências Humanas -CTCH como célula embrionária. Agora, com a criação da Escola de Educação e Humanidades, há uma volta deste protagonismo institucional. O diretor do CTCH, Prof. Dr. Danilo Vaz Curado, destaca a reinvenção das origens do projeto universitário da Católica na formação de futuros educadores.

“As licenciaturas se reconfiguraram e criaram um ecossistema que vai da graduação ao doutorado, passando por formação, pesquisa e extensão. A Escola de Educação e Humanidades quer renovar o protagonismo, que é crescente e permanente na Universidade Católica. A nossa proposta é focar o aprendizado na inovação, na tradição da Companhia de Jesus, apresentado um produto de excelência que são os professores que vão fazer a transformação da sociedade”.

O lançamento oficial da Escola, dos novos cursos na modalidade EaD e da nova proposta pedagógica das licenciaturas será dia 17 de outubro, às 19h, no Auditório G II, com presença de autoridades, Reitoria, Diretores de Centro e Coordenadores de Curso.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.