Emoção e saudade na missa de 7º dia de Miguel Brendo

Reprodução Facebook

Parentes e amigos do operador de transmissões Miguel Brendo Pontes Simões, 21 anos, lotaram a Capela da Universidade Católica de Pernambuco, na noite desta quarta-feira (7), para a missa de 7º dia dele. O rapaz era aluno do curso de Jogos Digitais e foi uma das três vítimas fatais da queda do Globocop.

A missa foi celebrada pelo Reitor Padre Pedro Rubens, que em vários momentos se dirigiu à dona Janaína (mãe), seu Wagner (pai) e os irmãos Brendo e e Arthur. Durante a homilia, Padre Pedro citou trechos e fez reflexões sobre o livro da Sabedoria.

“A vida dos justos está nas mãos de Deus. Isso não significa, como alguns interpretam, que Deus ‘tira’ a vida dos justos…A morte de Miguel tem causa, foi acidental, não desejo de Deus. Mas toda a nossa vida está nas mãos de Deus, inclusive quando a gente a perde, Deus nos ampara e consola a família: eis o lugar de Deus, não como causador da morte, mas como Aquele que não nos abandona nem na morte…”

Padre Pedro encerrou a homilia com um minuto de silêncio e na sequência disse o nome de Miguel como se fosse uma chamada escolar de sala de aula. As pessoas responderam em coro após Padre Pedro ‘chamar’ o nome de Miguel: “presente”. Uma palavra repleta de significados e que nesse contexto é sinônima de saudade.

Um outro momento emocionante foi quando Padre Pedro entregou, em nome da Universidade, uma réplica da imagem de Maria (da escuta existente na Capela) para a mãe de Miguel. Padre pediu que nos momentos em que a dor fosse mais forte, a família lembrasse de Maria e recorressem a Ela porque Ela sabe o que é perder um filho.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário