Dom Fernando Saburido recebe título de Doutor Honoris Causa em cerimônia prestigiada

Autoridades do poder público, membros da comunidade acadêmica e representantes da Igreja Católica lotaram o auditório G2, na tarde desta segunda-feira (19), para prestigiar a entrega do título de Doutor Honoris Causa da Universidade Católica de Pernambuco ao Arcebispo de Olinda e Recife (AOR) Dom Fernando Saburido (confira o vídeo completo aqui).

O governador em exercício de Pernambuco, Raul Henry, e o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira, compuseram a mesa juntamente com o Reitor da Unicap, Prof. Dr. Padre Pedro Rubens; com o Superior do Núcleo Apostólico Paraíba-Pernambuco, Padre Sérgio José; com a Reitora da Universidade Federal Rural de Pernambuco, Profª Drª Maria José de Sena; com os demais pró-reitores da Unicap (Prof. Dr. Padre Lúcio Flávio Ribeiro Cirne – Comunitário, Prof. Dr. Degislando Nóbrega  – Graduação e Extensão, Profª Drª Valdenice José Raimundo – Pesquisa e Pós-graduação e Prof. Msc. Márcio Waked – Administrativo).

Dom Saburido foi conduzido pelos diretores dos cinco centros acadêmicos da Católica, entre eles o diretor do Centro de Teologia e Ciências Humanas, Prof. Dr. Danilo Vaz Curado, que também fez parte da mesa. O CTCH foi quem fez a proposta de conceder o título e foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

A cerimônia contou também com as presenças da Procuradora-chefe Regional da República em exercício, Isabel Guimarães da Camara Lima; das deputadas estaduais Terezinha Nunes e Teresa Leitão; do abade do Mosteiro de São Bento, Dom Luiz Pedro Soares; e do corregedor do TRE-PE e professor do curso de Direito da Unicap, Dr. Alexandre Pimentel.

Durante o seu pronunciamento, o Reitor Padre Pedro Rubens destacou a ligação das causas da Universidade e da Igreja Católica. “De entrada, a definição da missão das universidades católicas é afirmada com participação da missão geral de toda a universidade visando o bem da sociedade mediante os saberes  em sua universalidade”.

Em outro momento, Padre Pedro agradeceu as parcerias viabilizadas entre a Unicap e a AOR. “No seu pastoreio, Dom Saburido soube habilmente reconhecer e promover essa identidade e missão da Universidade Católica na Igreja, muito particularmente em Olinda e Recife, através de muitas pontes que estabeleceu com a nossa Universidade”.

Uma dessas parcerias é a formação de seminaristas nos curso de Teologia e Filosofia a Unicap. “Faz-se importante essa formação acadêmica dos futuros agentes de pastoral no meio de outros jovens universitários pois a Universidade é o campo da diversidade de ideias e teologias, opiniões e teorias, modos de viver e acreditar, os laboratórios das mentalidades contemporâneas”.

Em tom de agradecimento pela “confiança” na Unicap, Padre Pedro mencionou outras ações realizadas em conjunto com a Arquidiocese de Olinda e Recife. “A história de parcerias da Universidade com a Igreja local, por iniciativa de Dom Fernando, acontece em várias outras frentes como as campanhas eleitorais com OAB e TRE e notadamente a abertura do curso de Medicina. A inciativa e o apoio de Dom Fernando foram decisivas para a parceria entre a Santa Casa e a Unicap em vista do bem comum no campo da Saúde em Pernambuco”.

A ligação entre Dom Saburido e a Unicap também foi o tom do panegírico proferido pelo Prof. Dr. Sérgio Sezino Douets Vasconcelos em nome de toda a comunidade acadêmica. Durante o discurso, Sérgio ressaltou a missão pastoral “sinodal” do Arcebispo norteada pelo Concílio Vaticano II, a reorganização dos vicariatos da Arquidiocese e da Comissão Pastoral. “Desde a sua chegada, em 2009 como oitavo Arcebispo de Olinda e Recife, o senhor não tem medido esforços para tornar essa Igreja em estado permanente de missão”.

Essa conexão entre a Unicap e a AOR se fez presente também no gesto de colocação da epitoche e do capelo logo após a entrega do diploma feita por Padre Pedro. A missão coube ao coordenador do curso de Filosofia, Prof. MsC Padre José Marcos Gomes de Luna. Já o coordenador do Programa de Mestrado em Teologia da Unicap, Prof. Dr. Cláudio Vianney Malzoni, fez a entrega de uma réplica da cruz de Dom Helder presente na Capela da Unicap.

Na sequência, Dom Saburido fez o seu pronunciamento já como Doutor Honoris Causa. Ele relembrou a infância, os anos em que passou no Mosteiro de São Bento em Olinda e em especial as convivências com o abade Dom Basílio Penido, o Arcebispo Emérito de Olinda e Recife Dom Helder Camara e o Padre Henrique Pereira Neto. Saburido recordou a chegada de Dom Helder à AOR poucos dias depois do Golpe Militar de 1964.

“O Dom da Paz foi um dos poucos bispos que, desde o início, percebeu que o golpe não correspondia à promessa de respeitar a democracia e, embora dado em nome da fé e civilização cristã, não guardava  o espírito evangélico de paz e do amor”.

Ele também citou o seu antecessor Dom José Cardoso Sobrinho. “Reconheço que não foi fácil pra Dom José suceder Dom Helder. Apesar de todas as dificuldades que enfrentou, não tenho dúvidas da sua boa intenção e propósito de ser fiel às suas convicções e formação recebida”.

Ao final, ele agradeceu a honraria e a dedicou à equipe da AOR. “Deixo claro que esse título hoje entregue em minhas mãos, pertence a toda a Arquidiocese de Olinda e Recife, especialmente à toda a equipe que desde 2009 está ao meu lado ajudando fazer um governo colegiado e descentralizado”.

Diplomas – Ao final da solenidade, o Instituto de Teologia Dom Luciano Mendes de Almeida, da Universidade Católica de Pernambuco, que é afiliado à Universidade Gregoriana de Roma, fez a entrega dos primeiros diplomas com a chancela da instituição europeia aos formandos José Vila Nova Brainer Segundo, Rodolfo Cabral dos Anjos (representado por sua procuradora) e a Valdenor José do Nascimento. Logo depois, Dom Saburido recebeu os convidados para um coquetel no Salão Receptivo e depois celebrou missa em homenagem aos 75 anos da Unicap no Santuário Nossa Senhora de Fátima.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário