Curso de Jornalismo busca parcerias com universidades e centros de pesquisa de Portugal

Com Janna Joceli, pesquisadora e membro do Comitê Científico do iNOVA Media Lab, e Cristian Ruiz, pesquisador do iNOVA

Apresentação do artigo sobre os Contos de Ifá na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra sedia, nesta quinta (24) e sexta-feira (25) o VI Congresso Internacional de Comunicação, Jornalismo e Espaço Público, cuja temática em 2019 é Media: Poder, Representação e Epistemologias. A iniciativa aborda comunicação política, questões da representação, epistemologia e metodologias no estudo das mídias, reunindo pesquisadores de Portugal e do Brasil. O congresso é organizado pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e pelo CIC.Digital (Centro de Investigação em Comunicação, Informação e Cultura Digital) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

A coordenadora do curso de Jornalismo, Profª Drª Carla Teixeira, participa do congresso apresentando dois trabalhos. O primeiro deles, “Imagens de um Brasil Verde e Amarelo: uma análise da campanha presidencial de 2018”, produzido em parceria com a professora e coordenadora do curso de Publicidade, Thelma Guerra, no qual observam o discurso da campanha do atual presidente, Jair Bolsonaro, a partir de imagens publicadas no site Jornalistas Livres. A apresentação acontece no dia 24, no painel Poder.

Foto: redes sociais

O segundo artigo foi produzido com o professor Luiz Carlos Pinto, do curso de Jornalismo e do Mestrado em  Indústrias Criativas. “Contos de Ifá: representatividade, tecnologia e narrativas de emancipação”. O trabalho observa a produção do jogo: um webgame educativo de aventura que possui como temática a mitologia afro-indígena brasileira. Contos de Ifá é uma produção conjunta entre o terreiro de matriz afro-indígena Ilê Axé Oxum Karê, localizado em Guadalupe, Olinda, Região Metropolitana do Recife, em Pernambuco; o Centro Cultural Coco da Umbigada e o 3 Ecologias, laboratório de desenvolvimento de softwares, interação na internet e arte digital.

Antes do congresso, a coordenadora Carla Teixeira vistou a Universidade Nova de Lisboa, onde apresentou os projetos da Agência do curso de Jornalismo, a Unilab, e da agência Combogó, no iNOVA Media Lab, laboratório de pesquisa aplicada dedicado à convergência transdisciplinar de mídia digital e tecnologias emergentes. O laboratório está organizado em torno de seis linhas de pesquisa: narrativa imersiva e interativa, visualização de informação, métodos digitais e plataformas web, comunicação científica, jornalismo digital e o futuro da educação.

No roteiro ainda estão o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, nesta terça (22), onde será recebida pelo vice-diretor, professor Luis António Santos, e o DigiMedia, na Universidade de Aveiro, onde conversa com o coordenador do grupo de pesquisa sobre Jogos e Transmídia, Nelson Zagalo.  O DigiMedia é um centro de pesquisa interdisciplinar da Universidade de Aveiro que se dedica à inovação no desenho de novas abordagens de interação para aplicações de mídia digital centradas no ser humano. São pesquisadores das áreas de Ciências e Tecnologias da Comunicação, Sociologia, Filosofia e Ciência da Computação, atuando em equipes transversais que desenvolvem pesquisas nas áreas de Cibercultura e Convergência de Mídia, Novas Mídias e Entretenimento Digital e Mídias para comunidades conectadas.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.