Congresso Nacional de Educação Católica vai debater poder das redes sociais na educação

A revolução já começou na vida das famílias! Muita coisa mudou com o advento da internet, e continua mudando o tempo todo. A nova geração tem nas mãos o poder da informação rápida e global. Por enquanto, os especialistas ainda avaliam os efeitos dessa exposição e da criação de novos papéis sociais.

Mas uma coisa já é certa, as redes sociais são ferramentas poderosas de interação e podem ter forte influência na formação dos jovens. As mudanças assustam os pais que tentam controlar as horas online e o uso desse mundo novo que pode dar acesso a tudo. Mas como tudo na vida tem um lado positivo, a internet passou a ser vista também como uma ferramenta poderosa para o ensino.

Mais quais são os limites do uso da internet na formação dos alunos? Como superar o recorta e cola nas pesquisas transformando os jovens em pesquisadores eficientes? As redes sociais são um espaço para troca de informação constante, mas será possível garantir que os jovens se preocupem em trocar também informações de qualidade, e não somente futilidades?

Esse assunto complexo e espinhoso vai ser debatido por especialistas durante o Congresso Nacional de Educação Católica. O evento, a ser realizado em Brasília, está marcado para os dias 21 a 23 de julho. A iniciativa da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC) deve reunir mais de 3 mil educadores inscritos. Estão sendo oferecidos pacotes especiais, até o fim deste mês, para instituições associadas e alunos de pedagogia. Mais informações no link: www.anec.org.br/congressoanec.

Autor: Lana Canepa – Jornalista ANEC

print
Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.