Cine Unicap exibe o filme Guaxuma dentro de seleção especial para ser vista em casa

Por Jéssica Lima

Pensando em continuar presente na vida de todos aqueles que fazem parte da Unicap durante o distanciamento social, projeto Cine Unicap começou uma nova etapa de sua existência, passando a levar o cinema para a casa das pessoas, com sugestão de um filme, sempre às quartas-feiras, com classificação livre para todos os públicos.  São filmes de longa-metragem ou curta-metragem, alguns exibidos e premiados na Mostra Curta Vazantes: Cinema em Comunidade (CE) e no Cine Jardim – Festival Latino-Americano de Cinema de Belo Jardim (PE). Festivais que são realizados em parceria com a Universidade Católica de Pernambuco. Assim, ultrapassa o campus da universidade e leva o cinema para dentro das casas dos discentes, docentes e colaboradores. Agora, sendo compartilhado e visto também pelos familiares e amigos da comunidade universitária. 

A sessão desta semana, foi até as casas das pessoas com a exibição do curta-metragem de animação Guaxuma (2018), de Nara Normande. O filme conquistou o primeiro lugar na categoria Animação do 20º Festival de Curtas de Pernambuco (FestCine). Também recebeu o Prêmio CONNE de Melhor Curta Pernambucano, o prêmio de melhor Montagem e o Troféu da Associação Brasileira de Cinema de Animação.

Guaxuma narra em tom fabulatório uma história inspirada na vida da própria diretora do filme. Nara conta, com narração em off, a amizade e o amor vividos durante a infância da cineasta, com sua amiga Tayra. As meninas foram criadas na região litorânea de Alagoas, que dá título ao filme. A história se constrói em cima de fotografias e da memória de Nara. A animação, feita em técnica de stop-motion, usa a areia como elemento principal para construção de seu mundo. 

Com temas que perpassam questões de memória, identidade, infância, amor e amizade, o filme pode ser uma ótima escolha para ser visto durante o momento atual. Quando estamos em casa, tentando nos conectar com o mundo à nossa volta, a narrativa de Guaxuma pode ser importante para a conexão com sentimentos de alteridade tão necessários à vida cotidiana. O filme também é uma boa oportunidade de reunir a família para viverem juntos essa experiência com o cinema.

Durante o distanciamento social o projeto continua através das redes sociais e mailing list da Unicap. O Cine Unicap vai até sua casa com uma seleção especial de filmes para família. Serão curtas e longas-metragens disponibilizados toda semana, nas redes sociais da Unicap. 

O filme da semana está disponível no link: https://vimeo.com/372750763

Cine Unicap

Integração da comunidade universitária através do cinema

Em tempos de pandemia e campanha #Ficaemcasa, a arte tem sido uma grande aliada durante o confinamento, tornou-se fiel companheira de todos nós no exercício diário de estar e lidar com a realidade em que vivemos. Seja para pensar, entreter, criar ou estimular, a arte tem potência no mundo que vivemos.A partir dela, podemos entrar em contato com o outro e com nós mesmos. Quando esse processo pode ser trabalho em comunidade, o seu potencial é ainda maior, pois conecta pessoas para pensarem e sentirem juntas. 

Foi com esse viés, que surgiu na Unicap em 2017, o Cine Unicap. Visando aproximar a sétima arte da comunidade universitária, o projeto trouxe a proposta de “exibir filmes que estimulem a reflexão e a experiência do público com o compromisso com a sustentabilidade e inclusão sociocultural. Os filmes deverão valorizar a memória e a diversidade cultural brasileira, contemplando temas relevantes da sociedade contemporânea, novas linguagens, a nova produção cinematográfica brasileira que vem ganhando força e representatividade nas periferias do Brasil e a transversalidade das artes. Filmes produzidos na América Latina com a ideia de compreender, observar e fazer visíveis os processos sociais que se desenvolvem nas sociedades nos dias atuais”, explica Léo Tabosa, cineasta, assessor cultural da universidade e coordenador do Cine Unicap. 

Antes da paralisação por tempo indeterminado das atividades presenciais das instituições de ensino, discentes, docentes e colaboradores encontravam-se no auditório Dom Helder da Unicap, para, juntos, assistirem às sessões do Cine Unicap. Assim, fortalecendo a integração de todos que fazem parte da instituição, através do gesto aproximativo de assistir a um filme na companhia uns dos outros. Encontro que tornou-se possível através da arte, e que talvez não aconteceria de outra forma, dado o cotidiano acelerado do trabalho e dos estudos. 

No início, o projeto tinha como mote principal fazer parte do dia a dia da comunidade universitária, fosse para estudantes que passavam o dia inteiro na instituição, ou alunos e colaboradores que chegavam mais cedo na universidade ou estavam em intervalo de aula e/ou de trabalho. Aos poucos, o Cine Unicap obteve sucesso em sua integração com a universidade, começou a fazer parte dos eventos da instituição e atividades complementares de algumas disciplinas. Também, conseguiu formar um público interessado e participativo, parte dele influenciado pela divulgação boca a boca e nas redes sociais.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.