Católica apoia ação emergencial para atender a população em situação de rua no prédio do antigo Liceu

A Universidade Católica de Pernambuco firmará um convênio de cooperação com a Prefeitura do Recife e o Porto Social para a cessão temporária de parte do prédio do antigo Liceu de Artes e Ofícios, na Praça da República, e apoio para  o funcionamento de um espaço emergencial para assistência à população em situação de rua. No local, os moradores de rua vão receber alimentação, tomar banho e lavar suas roupas.

A decisão foi tomada, na manhã desta quarta-feira (25), em reunião realizada na Unicap, da qual participaram o Reitor, Padre Pedro Rubens, o Pró-reitor Administrativo, Márcio Waked, a secretária de Desenvolvimento Social, Juventude e Políticas sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna, o presidente do Porto Social, Fábio Silva, e o presidente da ONG Samaritanos, Rafael Araújo.

No encontro, ficou acertado também o apoio da Católica à campanha da ONG Novo Jeito para arrecadação de doações para a compra de cestas básicas que serão distribuídas com pessoas em vulnerabilidade social. A meta é doar 500 mil cestas básicas. A campanha teve início na sexta-feira e até esta quarta-feira (25) já arrecadou 15 mil cestas. Além da Católica, a ação já conta com a parceria da Prefeitura do Recife, Porto Social e Transforma Recife.

Quem quiser contribuir deve fazer o depósito de R$ 48 na conta bancária da ONG Novo Jeito, que ficará encarregada de comprar os alimentos, montar os kits e fazer as entregas. As cestas serão distribuídas para projetos sociais que atuam diretamente em comunidades com pessoas em vulnerabilidade social e com a população em situação de rua. A distribuição das cestas será feita em parceria com as ONGs cadastradas na plataforma Transforma Recife.

A doação deverá ser feita na conta 130011107, agência 4048, Banco Santander, em favor da Associação Novo Jeito, CNPJ 16.843.830/0001-10. O comprovante deve ser enviado para o email contato@novojeito.com.

A Católica firmou também o compromisso de contribuir, por meio da Fundação Antônio dos Santos Abranches (Fasa), com a aquisição de EPIs para os voluntários que estão atuando junto às famílias em situação de vulnerabilidade, bem como de promover o engajamento sua comunidade acadêmica e divulgar a importância de participação em atividades de voluntariado neste momento de enfrentamento ao coronavírus.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.