Assassinatos de jovens negros e a “responsabilização” das mães foi assunto da roda de diálogos na 17ª Semana da Mulher na Unicap

A 17ª Semana da Mulher na Unicap proporcionou uma importante reflexão sobre Assassinatos de jovens negros e a “responsabilização” das mães, numa roda de diálogo que aconteceu no Espaço Loyola, térreo do bloco B. O momento foi enriquecido com a coordenação da Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação, Profª Drª Valdenice José Raimundo, e a participação de Karoline Cunha, mestranda em Serviço Social e integrante do Coletivo Afronte.

Iris Viégas, aluna da Pós-graduação em Direitos Humanos, presenciou o debate e estava feliz pela sensibilidade da Unicap para tratar assuntos tão fortes e importantes. “Hoje foi um dia muito interessante e significativo, a gente falou sobre como as mães de meninos e meninas negras que são assassinados acabam tendo um sofrimento muitas vezes silenciado pela sociedade. Então, está sendo muito impactante porque o genocídio negro, que é um tema atual, já é bem debatido, mas é esquecida essa parte de como as mães são culpabilizadas pela sociedade por terem criado marginais, por exemplo. É importante saber que é saudável falar também sobre a perda”, disse Iris emocionada.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.