Aluno francês apresenta TCC de Engenharia Civil na Unicap

O aluno do Instituto Católico de Artes e Ofícios da França – Icam, Elie François Loock, de 22 anos, apresentou seu Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, no curso de Engenharia Civil, na manhã desta sexta-feira, dia 21, na Sala Multiuso, no primeiro andar do bloco D, da Universidade Católica de Pernambuco. Esse intercâmbio faz parte da estratégia de internacionalização da Unicap, em parceria com o Icam.

O trabalho “Rheology, RAG phenomenon, Pressure test, tests on concrete cylinders”, investiga as propriedades do concreto afetadas pela reação expansiva, chamada de Reação Álcalis-Agregado, que ocorre quando tem água em contato com concreto e os álcalis do cimento presentes no concreto, faz com que o mesmo se expanda, fissurando o concreto, fazendo com que ele perca sua vida útil, sua durabilidade.

O objetivo do trabalho foi entender qual a responsabilidade dessa reação na perda de resistência de compressão, na perda da tração e na perda da motricidade. Com o resultado, Elie Loock conseguiu medir o quanto isso interfere na estrutura de concreto. Segundo o orientador, professor Fernando Artur Nogueira Silva, a relevância no trabalho é o fato de que a reação afeta mais a tração do que a compressão e isso é uma coisa boa, segundo o professor.

Após a apresentação do TCC, os integrantes da banca examinadora, formada pelo orientador professor Fernando Nogueira e pelos mestrandos em Engenharia Civil da Católica, Nicole Pâmela da Silva Nascimento e Iraque Souza Lira, arguiram sobre o trabalho e, no final, deliberaram o resultado: aprovação por unanimidade.

Elie François Loock é o segundo aluno francês que o curso de Engenharia Civil recebe para fazer seu Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, aqui. O primeiro aluno, Guy de Solminihac, chegou em 2018.1. Eles chegam para passar cinco meses na Unicap fazendo pesquisas com o professor da Graduação e da Pós-graduação da Católica, Prof. Dr. Fernando Artur Nogueira Silva, na sua área de trabalho, que é a de deterioração de estruturas de concreto armado.

Segundo o formando, Elie Loock, que chegou no Brasil e na Católica, em agosto, e desenvolveu seu trabalho em cinco meses, a maior dificuldade que teve foi com o idioma. “Constatamos que essa dificuldade ele tirou de letra, já que demonstrou fluência com o português, em sua apresentação”, frisou o orientador.

Além de receber os alunos do Icam, a Universidade Católica tem enviado seus discentes para a França. No ano passado foram três alunas da graduação em Engenharia Civil, Letícia Freitas, Natália Dornelas e Amanda Maranhão e, em janeiro de 2019, irão mais quatro alunos, três de graduação para realizarem seus TCCs na França, além de uma aluna do Mestrado em Engenharia Civil, para realizar parte de sua pesquisa no Instituto Católico francês.

“Em 2019, nós estamos fazendo, não só, a internacionalização da graduação mas da pós-graduação também. Isso caminha no sentido do que a Universidade Católica de Pernambuco planejou no seu Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI. Então, a gente está fazendo isso na prática dos cursos recebendo e mandando alunos de graduação e, pela primeira vez, enviando uma aluna possibilitando que ela faça uma parte da pesquisa do Mestrado em Engenharia Civil lá. Esse é um avanço importante da Universidade no fortalecimento da parceria com o Icam”, destacou o professor Fernando.

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.