“Pernambuco, você é meu” concorre a melhor documentário da Mostra Universtária no 12º Festival de Vídeo de Pernambuco

Um dos mais tradicionais cinemas de rua do Brasil, o São Luiz, será o palco do 12º Festival de Vídeo de Pernambuco. Organizado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), em parceria com a Prefeitura da Cidade do Recife (PCR), o evento será o centro das atenções do audiovisual na capital pernambucana.

A mostra competitiva será realizada entre os dias 29 de novembro e 3 de dezembro. O documentário “Pernambuco, você é meu”, foi um dos selecionados e será exibido no festival concorrendo na categoria Mostra Universitária. Produzido pelos alunos concluintes do curso de Jornalismo da Universidade Católica de Pernambuco Ana Luíza Madeiro e Brenno Costa, o doc. apresenta a trajetória do multimídia Aldemar Paiva.

 A produção dos alunos da Católica traz lembranças de uma vida dedicada às artes e à comunicação tão pouco conhecida, principalmente, pela nova geração. Vocês conhecem Aldemar Paiva? Foi a pergunta feita pela Profª. Dra. e Pró-reitora Acadêmica da Católica, Aline Grego, para Ana Luíza e Brenno. Segundo a dupla, a professora é uma espécie de mentora do projeto. Desafio lançado. Saber quem foi Aldemar Paiva. “Quando Aline nos falou dele não fazia a menor ideia de quem era e da importância que tinha para Pernambuco. Mas mergulhar no universo encantador em que Aldemar viveu foi muito enriquecedor”, disse Brenno Costa.

Aldemar Buarque de Paiva começou a fazer sucesso quando saiu de Maceió, sua terra natal e veio para o Recife, no final dos anos 1940. Foi na rádio PRA8, hoje Rádio Clube de Pernambuco, que, ao lado de Chico Anysio, fez grande sucesso com o programa Dona Pinóia e seus brotinhos. Entretanto, foi no programa de variedades Pernambuco, você é meu – que dá nome ao documentário – que Aldemar Paiva se consagrou. O programa ficou no ar durante 25 anos e refletia sua paixão por Pernambuco e, principalmente, pelo frevo. “Aldemar é alagoano, mas pernambucano de coração. Então, decidimos conhecer a história dele e dividir este momento para todos conhecerem, também. Aldemar ama esta terra e é tão pouco reconhecido por ela. Ama o frevo e dedicou sua arte a Pernambuco nos versos que escreveu. ” diz Ana Luiza.

Atualmente com 85 anos, uma das atividades preservadas por ele é escrever. Semanalmente, colabora com o Jornal Fatorama, de Brasília. Aldemar é o único parceiro vivo do compositor pernambucano Nelson Ferreira. Juntos fizeram uma das poesias do carnaval pernambucano, o frevo canção “Frevo da Saudade”. Ele fez a letra e Nelson a música. Na literatura Aldemar Paiva foi um exímio contador de causos. Um dos mais famosos dele é: Monólogo de Natal, que no documentário é interpretado pelo ator Jô Ribeiro.

O documentário “Pernambuco, você é meu” será exibido na quarta-feira, dia 1º de dezembro, no Cinema São Luiz, às 19h. No 12º  Festival de Vídeo de Pernambuco, dois prêmios, no valor de R$ 1,5 mil cada, serão conferidos aos vencedores das categorias: Documentário e Ficção da Mostra Universitária. Os vídeos participantes foram, obrigatoriamente, produzidos em Pernambuco, a partir de 2007 e com duração máxima de 20 minutos. O Festival contará ainda, com as categorias: Documentário, Videoclipe, Ficção, Experimental e Animação, na Mostra Geral. 

print

Compartilhe:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.